Christophe Laporte venceu isolado a 35.ª edição da Binche-Chimay-Binche, a primeira corrida do belga Remco Evenepoel com a camisola de campeão do mundo. E não defraudou as expectativas pela os adeptos do seu país.

PUB
Giant TCR 2024

Esta semi-clássica, na Valónia, Bélgica, também chamada Memorial Frank Vandenbroucke, foi intensa, com inúmeras movimentações, incluindo do novo portador da camisola de arco-íris, mas no final foi Laporte a impor-se entre velocistas como Arnaud De Lie (Lotto Soudal) ou Biniam Girmay (Intermarché-Wanty-Gobert).

Na chegada, o francês da Jumbo-Visma destacou-se ao ex-companheiro de fuga Rasmus Tiller (Uno-X Pro Cycling) e um grupo de oito corredores liderado por Hugo Page (Intermarché-Wanty-Gobert).

PUB
Prototype

“Foi um final bastante complicado”, admitiu Christophe Laporte. “Tive receio de que as pernas prendessem e o Tiller me apanhasse. Quando me isolei tinha que dar tudo até à chegada.Nunca imaginei viver um ano assim! Depois do campeonato mundial, nem sempre é fácil arranjar motivação nos treinos, mas as pernas têm estado… lá”, afirmou o francês da Jumbo-Visma.

A corrida, que realizou-se esta terça-feira, começou a definir-se a 10 quilómetros da meta, quando a dupla Rasmus Tiller e Christophe Laporte se isolou, com o francês a superiorizar-se ao norueguês nos vários troços finais em pavé, para terminar com três segundos de vantagem sobre este último.

Hugo Page (Intermarché-Wanty-Gobert) fechou o pódio, a oito segundos do vencedor, e o belga Greg Van Avermaet (AG2R Citroën Team) e o letão Toms Skujins (Trek Segafredo) completaram o top 5. Evenepoel cortou a meta na 108.ª posição, a 6.03 minutos e celebrou na estrada e no pódio com o compatriota Philippe Gilbert, que faz uma das suas últimas corrida da carreira.

“Senti no início que as minhas pernas não estavam muito frescas. Só queria aproveitar ao máximo. Às tantas, Rik Verbrugghe (diretor desportivo da Quick-Step Alpha Vinyl) disse-me que Iljo Keisse tinha ficado para trás e decidi ir buscá-lo e fazer a última volta com ele, pois era nossa última corrida juntos. Iljo é provavelmente o corredor mais importante para mim no pelotão. Desde a minha estreia como profissional, ele manteve-se debaixo da sua asa e aprendi muito ao seu lado. Não poderíamos terminar de melhor maneira”, disse Evenepoel ao microfone do RTBF.

“Agora posso dizer, com um grande sorriso, que minha temporada acabou. Mal posso esperar para ir de férias e aproveitar a calmaria…”, concluiu o campeão do mundo.

Classificações completas:

https://www.procyclingstats.com/race/memorial-frank-vandenbroucke/2022/result

Fotografias: Facebook Binche-Chimay-Binche

PUB
Schwalbe Pro One Tubeless

Também vais querer ler…

Van der Poel muda a página… para o gravel

Também vais gostar destes!