Entre os próximos dias 4 e 10 de julho, cerca de 1000 entusiastas da mountain bike correrão a 23.ª edição da Bike Transalp. Pela frente, sete etapas, aproximadamente 500 quilómetros e mais de 18.000 metros de desnível positivo acumulado.

PUB
Cube Stereo ONE

 

Trilhos espetaculares, paisagens fantásticas, cumes avassaladores vão enquadrar cerca de um milhar de participantes de mais de 40 países, fazendo desta corrida de ciclismo de montanha por etapas uma das mais espetaculares e duras do mundo.

A Rota Transalp 2021 arranca De Nauders, via Livigno, para a região montanhosa entre Ortler e Adamello. Com pano de fundo em poderosos gigantes da montanha cobertos por glaciares, o Transalp serpenteia por passagens remotas como o Passo di Verva e travessias desafiantes como a Forcella di Montozzo (2613 m).

Continuando a rota de Bormio via Aprica ao Valle di Peio, seguem-se duas localizações de etapas completamente novas – e consequentemente uma série de caminhos que nunca fizeram parte da rota Transalp.

PUB
Specialized Levo

Do Valle di Peio a rota dirige-se de Molveno ao Valle di Chiese e finalmente a Riva del Garda. Mesmo quando a rota se aproxima da meca do mountain bike, o Lago de Garda, ainda há muito a descobrir. A ligação de Val di Sole a Val di Non a Andalo e Molveno é tão selvagem e virgem quanto os caminhos que levam ao Valle di Chiese nas margens do Lago Idro. A última etapa finalmente mostra quão esmagadoras são as montanhas.

A glória final do Transalp atinge-se no clássico Lago de Garda, de Tremalzo ao Passo Rocchetta, de Pregasina e a velha estrada de Ponale até Riva. A descida é de uma beleza de partir o coração…

Também vais gostar destes!