A próxima edição da Volta a Portugal Feminina, agendada para os dias 13 a 17 de setembro, manterá a Cofidis como patrocinadora principal, passando a chamar-se Volta a Portugal Feminina Cofidis.

PUB
Beeq

Esta parceria tem vindo a manter-se desde a primeira edição do evento, em 2021, incluindo também o patrocínio da Camisola Vermelha Cofidis, que será usada pela vencedora da classificação por pontos.

Delmino Pereira, presidente da Federação Portuguesa de Ciclismo, expressou “satisfação pela continuidade desta ligação com a Cofidis, destacando os valores partilhados do novo ciclismo, que é mais inclusivo, diversificado e variado”.

“O patrocínio da Volta a Portugal Feminina pela Cofidis junta-se à aposta desta marca no ciclismo para todos, através do programa ‘Pedala com a Cofidis’, demonstrando que, com os parceiros certos, o ciclismo pode continuar a desenvolver-se, a crescer, a abrir novos caminhos e a chegar a novos públicos”, considerou.

João Freitas, Diretor de Inovação e Criação de Valor da Cofidis Portugal, manifestou o orgulho em voltar a ser o patrocinador principal da Volta a Portugal Feminina. “Na Cofidis estamos empenhados em contribuir para uma sociedade mais diversa e inclusiva e a Volta a Portugal vem contribuir para esta nossa ambição. É com grande entusiasmo que assistimos e contribuímos para a consolidação e crescimento desta prova”, concluiu.

A confiança depositada pela Cofidis no ciclismo e na Volta a Portugal Feminina possibilita o crescimento desta corrida em 2023, tornando-se o primeiro ano em que a prova terá a duração de cinco dias, sendo que no ano transato durou apenas quatro dias, com a sueca Nathalie Eklund a sair vencedora. E este ano junta-se ao pelotão também equipas de Espanha, França e Reino Unido.

PUB
Specialized Levo

Mais info:

Lê também:

Mauricio Moreira vence Troféu Joaquim Agostinho 2023

Imagens: Federação Portuguesa de Ciclismo

Também vais gostar destes!