A quinta etapa da 107ª Volta a Itália esperava-se novamente ao sprint mas, com a típica imprevisibilidade a que as primeiras etapas nos têm habituado, a fuga bem que tentou… e ganhou! Neste caso com o ciclista francês Benjamin Thomas (Cofidis).

PUB
Orbea Genius Dealers

A quinta etapa reservava apenas uma dificuldade para o pelotão da Volta a Itália, o Passo del Bracco, subida que, contudo, deixou grande parte dos homens rápidos em dificuldades…

PUB
Riese & Müller Multitinker

A fuga do dia era constituida por um quarteto: Enzo Paleni (Groupama-FDJ), Andrea Pietrobon (Polti Kometa), Michael Valgren (EF Education-EasyPost) e Benjamin Thomas (Cofidis).

Contra todas as probabilidades, o quarteto manteve-se na frente da corrida e, quando parecia que a força se estava a acabar, o grupo fugitivo conseguia ânimo para se aguentar na frente.

Com o vento de costas a última hora fez-se a ritmos muito rápidos. No pelotão, as equipas tentavam encurtar a distância, objetivo que conseguiram mas tarde demais!

Com 8 kms para a linha de meta a diferença era de apenas 40 segundos, os quatro colaboraram, deram tudo e discutiram a vitória. Andrea Pietrobon foi o primeiro a abrir as hostilidades, mas o ataque prematuro foi rapidamente contra-atacado, e o mais rápido foi Benjamin Thomas!

PUB
Giant TCR 2024

Michael Valgren fez segundo e Andrea Pietrobon fechou o pódio da etapa. No pelotão, foi o vencedor da etapa anterior quem cruzou a linha de chegada em primeiro, Jonathan Milan, para o quinto posto.

Na classificação geral a Volta a Itália 2024 segue sem alterações, com os principais protagonistas a chegarem integrados no pelotão.

Volta a Itália

Top-10 Volta a Itália

Mais info:


Créditos imagens: website Giro de Itália

Também vais gostar destes!