Jonathan Milan (Lidl-Trek) ganhou a quarta etapa da 107ª Volta a Itália após um trabalho estupendo da sua equipa. A chegada a Andora, contudo, ia sendo marcada por mais um ataque furtivo a poucos kms da meta, desta vez, obra de Filippo Ganna (Ineos-Grenadiers).

PUB
Schwalbe Pro One Tubeless

A quarta etapa, embora inofensiva no papel, retirou alguns nomes da Volta a Itália. Biniam Girmay (Intermarché-Wanty) é o nome mais sonante a abandonar a prova de três semanas italiana após duas quedas consecutivas. O nevoeiro e chuva causaram algum pânico no pelotão… Ao chão também foram Ben O´Connor (Decatlhon AG2R La Mondiale), Matteo Trentin (Tudor Pro Cycling) e Fernando Gavíria (Movistar Team).

O dia ficou marcado por um trio fugitivo constituído por: Francisco Muñoz (Polti-Kometa), Stefan de Bod (EF Education-Easy Post) e o já reincidente Lilian Calmejane (Intermarché-Wanty).

PUB
TrekFest 2024

A diferença para a frente chegou a alcançar a barreira dos cinco minutos, momento em que o pelotão ficou em alerta e começou a impor ritmos cada vez mais fortes.

PUB
Specialized Levo

A aproximação faz-se ferozmente e pela bela costa italiana (que vistas!), mas à frente o trio diminui para uma dupla, com Lilian Calmejane a ficar para trás. Com 20 kms para o fim a diferença é já inferior a 1 minutos…

Na última dificuldade do dia, o Capo Mele, Filippo Ganna tenta surpreender tudo e todos e lança-se ao ataque! Um ataque que não foi para brincadeiras visto estarmos a falar de recordista da hora.

Ganna distancia-se e faz o pelotão alongar, enquanto outros tentam sair mas ninguém te pernas para o “comboio” italiano. Infelizmente para o ciclista da formação britânica, existia uma equipa muito bem oleada da Lidl-Trek, que ao fazer muito bem o trabalho de casa, vinham com os andamentos certos para alcançar quem quer que fosse.

Ganna é alcançado nos últimos 700 metros, e quando Jonathan Milan arranca  ninguém lhe consegue ganhar a roda. Kaden Groves (Alpecin-Deceuninck) é segundo, e Phil Bauhaus (Bahrain-Victorious) fechou o pódio da etapa.

Na classificação geral: Tadej Pogacar (UAE Emirates) é líder; Geraint Thomas (Ineos-Grenadiers) é segundo, a 46 segundos; Daniel Martínez (Bora-Hansgrohe) terceiro, a 47 segundos.

A camisola dos pontos é agora envergada por Jonathan Milan; a montanha mantém-se com Pogacar, e a juventude mantém-se na posse de Cian Uijtdebroeks (Visma Lease-a-bike). Por equipas lidera a Ineos-Grenadiers.

Mais info:


Créditos imagens: website Giro de Itália

Também vais gostar destes!