Jasper Philipsen foi desclassificado na sexta etapa do Tour, por sprint irregular. Liderado por Mathieu van der Poel, o belga da Alpecin-Deceuninck foi sancionado por ter apertado Wout van Aert (Visma | Lease a Bike) contra as barreiras, do lado direito da estrada.

PUB
Nova Mondraker Dune

Van Aert decidiu, sensatamente, não forçar a passagem e por isso teve de abdicar do sprint, enquanto Philipsen acabou por ficar em 2º lugar, batido, por alguns centímetros, por Dylan Groenewegen (Jayco AlUla). No entanto, após vários minutos de espera, o belga foi desclassificado pelo júri de comissários e baixou à 107ª posição na etapa.

“Obviamente, estou extremamente desapontado. Primeiro, porque fui derrotado por pouco e não consegui finalizar o trabalho perfeito dos meus companheiros. Depois, ainda mais, por causa desta desclassificação inesperada”, disse Philipsen, depois de conhecer o veredicto dos comissários.

PUB
KTM E-Bikes BTT

“No que diz respeito desclassificação, não posso fazer outra coisa senão submeter-me à decisão do júri. Estou certo de que isso terá sido decidido em sã consciência, mas não pretendi colocar ninguém em perigo”, acatou, desportivamente, o velocista belga.

PUB
KTM E-Bikes BTT

“Não tem sido uma primeira semana fácil para mim, mas não vamos desistir. As condições são boas e a equipa está a fazer um trabalho perfeito. Ainda há oportunidades de sprintar neste Tour e queremos continuar a tentar vencer uma etapa”, conclui.

Note-se que Philipsen também recebeu uma penalização de 13 pontos na classificação da camisola verde e está agora a 64 do líder Biniam Girmay (Intermarché-Wanty).


Créditos da imagem: LeTour Twitter (Charly Lopez A.S.O.) – https://x.com/LeTour/status/1808934685633863851/photo/1

Também vais gostar destes!