Wout van Aert provou ser corredor para todo o tipo de terrenos e especialidades, ao conquistar a vitória no contrarrelógio de 30,8 quilômetros entre Liborne e Saint-Emilion, este sábado, penúltima etapa do Tour de França.

PUB
Nova Trek Supercaliber

 

O belga da Jumbo-Visma, este Tour, esteve entre os primeiros lugares nas chegadas ao sprint, integrou fugas em terreno ondulado, venceu uma etapa de alta montanha, no mítico Mont Ventoux, e agora triunfou no contrarrelógio individual, dominando a concorrência ao estabelecendo os tempos mais rápidos em todos tempos intermédios para terminar com um registo de 35.53 minutos.

Tadej Pogacar (UAE Emirates) doi (apenas) oitavo, mas selou a segunda vitória absoluta consecutiva no Tour. Salvo um grande incidente, o esloveno será consagrado este domingo em Paris, no pódio dos Campos Elíseos.

No contrarrelógio, o segundo nesta edição 108 da prova francesa, Van Aert completou o percurso 21 segundos mais rápido do que Kasper Asgreen (Deceuninck-QuickStep), enquanto Jonas Vingegaard (Jumbo-Visma) foi terceiro no palco e garantiu o segundo lugar na classificação geral na sua estreia numa grande volta.

PUB
Giant TCR 2024

Vingegaard é o primeiro piloto dinamarquês a terminar no pódio do Tour de France desde que Bjarne Riis venceu a corrida em 1996 – que curiosamente também teve um contrarrelógio em Saint-Emilion na penúltima etapa.

“Ganhar o contrarrelógio do Tour tem sido um dos meus maiores objetivos na minha carreira. Estava focado nos últimos dias e estou muito feliz por ter conseguido”, disse o vencedor da etapa Wout van Aert.

“Comparado com o primeiro contrarrelógio foi mais rolante e rápido. Com o meu peso, foi mais vantajoso do que o primeiro. Foi um dia perfeito”, referiu o belga. “Tem sido um Tour muito difícil para a nossa equipa, mas lutámos sempre e no final tivemos três vitórias de etapas e o Jonas [Vingegaard] em segundo na geral, o que é um resultado incrível com apenas quatro elementos que restaram na nossa equipa. Estou muito orgulhoso”, concluiu o corredor da Jumbo-Visma, vencedor de duas etapas este Tour.

PUB
Nova Trek Supercaliber

A caminho de Paris, Pogacar detém uma vantagem de 5.20 minutos sobre Vingegaard e de 7.03 para Richard Carapaz (Ineos Grenadiers), o terceiro. Nenhum dos dez primeiros na classificação geral mudou de posição no contrarrelógio.

 

 

Também vais gostar destes!