A Ineos Grenadiers tem em marcha uma reestruturação profunda dos mais diversos “departamentos” da sua equipa, desde o plantel de ciclistas à direção técnico e ao staff.

PUB
BH GravelX

O mais recente anúncio sobre essa renovação de quadros são as saídas de três dos seus mais antigos e carismáticos diretores desportivos, Servais Knaven, Gabriel Rasch e Brett Lancaster, que integravam a formação britânica há quase uma década, e num dos casos, há mais.

Servais Knaven está há mais de dez anos envolvido no projeto liderado por Dave Brailsford, desde 2011, de que é, de resto, o diretor desportivo mais antigo. Gabriel Rasch e Brett Lancaster também são colaboradores de longa data, desde 2014 e 2016, respetivamente.

Rasch, de 46 anos, rumará à Uno-X Pro Team no próximo ano, enquanto, Knaven e Lancaster ainda não têm destino assegurado. Pelo menos, oficializado.

A Ineos encontra-se em prospeção de mercado para garantir substitutos para aqueles diretores desportivos. Não se sabe se serão três. De acordo com a Wielerflits, a Ineos Grenadiers já garantiu um primeiro sucessor para uma das vagas, o seu ex-corredor Ian Stannard.

Por outro lado, Davide Bramati também foi mencionado como possível reforço, mas o antigo ciclista italiano já revelou que continuará na Quick-Step-Alpha Vinyl.

Também vais quer ler:

Rui Costa abandona última corrida na Emirates por doença

PUB
Cube Stereo ONE

Foto principal: ineosgrenadiers twitter

Também vais gostar destes!