Pela primeira vez desde 2020, Egan Bernal participará do Tour com estatuto de líder, neste caso de colíder, em parceria com o jovem espanhol Carlos Rodriguez, que foi quinto classificado na edição de 2023.

PUB
Cube Stereo ONE

No ano passado, após dois anos de ausência, o colombiano regresso à Grande Boucle, mas com missão de gregário em montanha. Esta temporada, Bernal será um dos corredores protegidos na Ineos Grenadiers.

Embora que não seja um dos favoritos à vitória final, o vencedor da edição de 2019 vai estar sob apreciação, após o muito bom início de temporada (3º na Volta à Catalunha, 4º na Volta à Suíça). Há sempre a perspetiva de avaliar se Bernal continuará a evoluir para chegar ao seu mais alto nível, de antes do grave acidente.

PUB
Specialized Levo

“Desde dezembro, o plano era preparar-me para o Tour, mas só tive certeza da minha convocação depois da Volta à Suíça”, disse. “O Tour significa muito para mim. No ano passado foi incrível estar de volta, apesar de ter sofrido muito. Mas este ano deve ser diferente, sinto-me muito melhor, mal posso esperar para começar.”

PUB
Schwalbe Pro One Tubeless

“Antes estava focado apenas em vencer, tive de dar um passo para trás. Mesmo que não ganhe sei que há coisas mais importantes na vida”, continua o colombiano. “À partida, quero muito dar tudo pela classificação geral. Se não estiver na luta, tentarei tentar vitórias em etapas”, conclui Bernal.


Crédito da imagem: Ineos Grenadiers Twitter – https://x.com/INEOSGrenadiers/status/1806302246834958747/photo/4

Também vais gostar destes!