GOAT. Greatest of all times. O melhor de sempre no BTT, no XCO. Ao vencer hoje a 2ª etapa da Taça Mundo XCO UCI 2023, em Lenzerheide, na Suíça (sua terra natal), Nino Schurter, 37 anos, fez história.

PUB
Orbea Genius Dealers

O suíço da Scott-Sram estava empatado com o há muito retirado Absalon no número de vitórias em etapas da Taça do Mundo de XCO, com 33; hoje, com mais um triunfo, Schurter soma 34 e é o atleta da modalidade com mais registos vitoriosos na competição mais importante de todas no XCO. Fantástico.

E nem foi ao sprint que Schurter remeteu Alan Hatherly (Cannondale Factory Racing) e Jordan Sarrou (Team BMC) para 2º e 3º lugares, respetivamente.

Sempre à cabeça da corrida, o suíço parecia conseguir controlar facilmente um grupo composto por nomes como Sarrou, Matthias Fluckiger (Thomus Maxon), Daniele Braidot (CS Carabinieri – Cicli Olympia Vittoria) e Hatherly.

PUB
Beeq

Na 4ª volta ao circuito, um erro de Braidot arrastou Hatherly para algo que nem chegou a ser uma queda, mas que foi suficiente para os dois suíços da frente conseguirem vários segundos de vantagem. Um pouco mais à frente na prova, Schurter atacou… e ninguém o conseguiu acompanhar.

Uma nota especial, mais uma vez, para o nosso “vizinho” David Valero, que parece estar a regressar à boa forma que lhe conhecemos: fez 5º lugar nesta 2ª etapa da Taça Mundo XCO UCI 2023, a apenas 40 segundos do vencedor.

Em elites, mas entre as senhoras, não houve grande “história”, talvez apenas o regresso às vitórias de uma cara bem conhecida dos pódios da Taça Mundo XCO: Loana Lecomte. A francesa da Canyon CLLCTV “lutou” durante praticamente toda a corrida com a compatriota Pauline Ferrand-Prevot (Ineos Grenadiers).

PUB
TrekFest 2024

Soube atacar na altura certa, num circuito muito técnico e até perigoso nalgumas partes, como podemos ver pelos vídeos, e acabou por cortar a meta com alguma vantagem, 18 segundos.

Lenzerheide XCO Women's Race Highlights | UCI Mountain Bike World Series

Mas no 2º lugar não ficou Ferrand-Prevot, que fraquejou no final e deixou-se passar por Anne Terpstra (Ghost Factory Racing) e Alessandra Keller (Thomus Maxon).

A vencedora da 1ª etapa, Puck Pieterse (Alpecin Deceunik), ficou em 5º, e refira-se ainda a nossa portuguesa em prova, Raquel Queirós (MMR Factory Racing Team), que não se deu bem com este track mais técnico na Suíça e terminou na posição 62, a mais de 15 minutos da vencedora.

Por fim, um “lamento” da nossa parte: o facto de a Eurosport Portugal não ter transmitido em direto nenhuma prova deste 2ª etapa da Taça Mundo XCO 2023. A informação que recebemos no início da época era de que estas transmissões iriam acontecer em todas as etapas, neste canal, além de passarem nas duas plataformas pagas que detêm também os direitos.

Tal não aconteceu este fim de semana, na verdade, e por isso não foi possível ver gratuitamente estas provas em direto. Na época passada, estas transmissões em direto aconteciam na Red Bull TV; era preciso um registo, mas, no fundo, podíamos ver tudo sem termos de pagar. Vejamos o que acontece agora na 3º etapa, em Leogang. É já no próximo fim de semana!

Mais info:

Lê também:

Taça Mundo XCO UCI 2023: Pidcock vence de novo e Puck Pieterse surpreende! [com vídeo]

PUB
Cube Stereo ONE

Imagens: Facebook UCI Mountainbike

Também vais gostar destes!