Na pitoresca pista gelada de Val di Sole, em Itália, não houve ninguém mais poderoso do que Joris Niewenhuis.

PUB
Giant TCR 2024

Imparável, o ciclista neerlandês da Baloise-Trek Lions liderou desde o início e conseguiu uma vitória confortável na 7.ª ronda da Taça do Mundo, a sua primeira nesta competição principal do ciclocrosse mundial.

Com a neve espessa a garantir uma grande diferença na escolha de pneus, ao final da primeira volta Nieuwenhuis já estava na frente destacado, sem vislumbre de concorrência ao seu triunfo na carismática ronda da Taça do Mundo, outra vez disputada, como é tradicional, sobre um manto de neve.

Niewenhuis aumentou a sua vantagem, sem dificuldade aparente, nas voltas seguintes e, ao fim de três, já tinha 30 segundos de vantagem sobre Niels Vandeputte, da Alpecin-Deceuninck. Por sua vez, este belga averbara uma diferença semelhante para o terceiro classificado, Joran Wyseure, Crelan-Corendon, que tinha as estrelas do ciclocrosse Eli Iserbyt e Michael Vanthourenhout a seguirem-no de perto.

Apesar das condições traiçoeiras, Nieuwenhuis mostrava-se extremamente confortável sobre a neve, com a distância que o separava do resto do pelotão a não parar de aumentar, numa exibição a todos os títulos impressionante do corredor de 27 anos, que esta temporada está em elevadíssimo nível de forma.

Num final de corrida sem grandes incidências para os líderes, o pódio ficou completo com Niels Vandeputte, no segundo lugar, e Joran Wysere, no terceiro.

Na classificação geral da Taça do Mundo, o belga Eli Iserbyt (Pauwels Sauzen-Bingoal) reforça a liderança, com 208 pontos, mais 53 do que o segundo, Pim Ronhaar (Baloise-Trek Lions), e 210 sobre Lars van der Haar (Baloise-Trek Lions).

Classificações

PUB
Specialized Levo

Cyclocrosse24.com


Imagens WorldCup_CX UCI Twitter

Também vais gostar destes!