Sepp Kuss, vencedor da Vuelta no ano passado, está pronto para assumir a liderança da Visma-Lease a Bike no Tour, em caso de ausência ou de incapacidade de Jonas Vingegaard.

PUB
Nova Trek Supercaliber

O norte-americano, que está apontado à corrida francesa, como nos últimos anos, na função de gregário de luxo do dinamarquês, falava em conferência de imprensa após a segunda etapa do Critério do Dauphiné, durante a qual abordou a sua quinta participação consecutiva na Volta a França.

“Se Jonas não puder correr o Tour, mudará tudo na nossa equipa, mas espero que ele possa participar. Penso que a sua presença amplia as nossas possibilidades”, declarou Kuss, surpreendente vencedor da Volta a Espanha de 2023.

Todavia, em caso de indisponibilidade de Vingegaard, vencedor das duas últimas edições do Tour, Sepp Kuss deverá assumir a liderança da equipa neerlandesa, mas não garante as mesmas aspirações do seu companheiro de equipa e líder natural.

“Não dá para fazer prognósticos numa corrida como o Tour. Eu aponto sempre a fazer o melhor, mas no Tour é preciso ser realista. É a corrida mais difícil de ganhar e até a mais difícil de ascender ao pódio”, concluiu Kuss, que está a participar no Critério do Dauphiné, ao lado do compatriota Matteo Jorgenson.


Créditos da imagem: Visma-Lease a Bike Twitter – https://x.com/vismaleaseabike/status/1797599585755619763/photo/1

PUB
Beeq

Também vais gostar destes!