Cam Zink é a prova de que a idade pode ser só um número… Aos 37 anos, o rider norte-americano alcançou no domingo passado a sua 2ª vitória no Red Bull Rampage com a preciosa “ajuda” de gigante backflip gigante e… “repetido”.

PUB
Riese & Müller Culture

O Red Bull Rampage é realmente um evento único e que eleva por completo aquilo de que um atleta de freeride é capaz de fazer, não? E coragem não faltou aos 17 atletas que alinharam no deserto do Utah, nos EUA, nesta edição de 2023 do evento e na tentativa de escreverem o seu nome na história.

Cam Zink já havia vencido o Red Bull Rampage há 13 anos, e agora alcançou nova vitória ao recriar a manobra que efetuou há dez anos atrás: um enorme backflip realizado num drop de mais de 20 metros. A manobra valeu-lhe 95 pontos, o suficiente para a vitória final.

“É preciso muito para que tudo se alinhe numa prova destas. Depois de ter aterrado mal na primeira manga, tive de transformar o nervosismo e a ansiedade em vontade de vencer. Estava pronto para tentar outra vez e começar a segunda manga, e sabia que o vento não ia afetar a linha. Estou feliz por ter conseguido vencer”, declarou Zink no final do Red Bull Rampage deste ano.

PUB
Orbea Genius Dealers

E continou: “o salto original foi há uma década e a minha última vitória aqui foi há 13 anos; esta foi a maior manobra a partir de um drop que já fiz… Ainda é tudo muito intimidante e assustador. Tenho trabalhado muito e sei que sou sortudo por ainda estar a competir aos 37 anos de idade. Sou o mais velho a competir aqui!”.

Em segundo lugar ficou Tom Van Steebergen, com 89 pontos, com um drop ao estilo caveman seguido de um muito bem conseguido 360 e um backflip.

Em terceiro lugar ficou mais um norte-americano, Carson Storch, que apesar de usar a mesma linha que Tom Van não conseguiu ir além dos 87 pontos com uma conjugação de 360’s e um backflip.

PUB
Cube Stereo ONE

Nota ainda para o rider espanhol Bienvenido Aguado Alba, que realizou uma das melhores manobras do Red Bull Rampage 2023, tendo mesmo sido eleito como o favorito entre as votações do público. Para isto foi somente preciso um frontflip sobre um desfiladeiro com cerca de 30 metros…

“Tenho andado a pensar neste frontflip desde o início do ano. A velocidade necessária é assustadora, e esse foi o grande desafio. E funcionou. Duas vezes! Desde 2019, quando aqui cometi o meu grande erro de principiante, que tenho trabalhado para aqui regressar na melhor forma possível”, admitiu o espanhol.

Mais info:


Imagens: Redbull // PinkBike

Também vais gostar destes!