Puck Pieterse esmagou a concorrência com uma exibição quase sem mácula sobre a neve de Val di Sole, na 10ª ronda da Taça do Mundo de ciclocrosse. A neerlandesa impôs-se à compatriota e companheira de equipa da Alpecin-Deceuninck, Ceylin Alvarado (segunda) e à surpreendente  Manon Bakker, da Crelan – Fristads, também dos Países Baixos.

PUB
Specialized Levo

Vencedora da edição de 2021, a primeira desta corrida, Fem Van Empel (Pauwels Sauzen – Bingoal), sofreu uma queda aparatosa na segunda volta e teve de ser evacuada em maca.

A corrida começou plena de movimentações. A italiana Silvia Persico (Valcar – Travel & Service), de regresso a esta competição, colocou um ritmo forte desde as primeiras curvas, enquanto Puck Pieterse foi a primeira a experimentar a consistência da neve com o corpo e Fem Van Empel foi contra as barreiras.

Indiferente a estes incidentes das duas dominadoras da Taça do Mundo, Ceylin Alvarado assumiu o comando, com algum à vontade na pista traiçoeira, e no final da primeira volta liderava um trio com Puck Pieterse e Silvia Persico. Todavia, Pieterse começa o seu recital italiano e isolou-se.

PUB
Orbea Genius Dealers

Fem Van Empel parecia fora da corrida, a 33 segundos das líderes, e ficou definitivamente pelos piores motivos: uma queda violenta, Desde logo pareceu haver gravidade para a jovem corredora de 20 anos, que se contorceu de dor e teve de ser evacuada em maca.

Aparentemente, foi apenas um susto para a líder da classificação da Taça do Mundo, de acordo com seu diretor desportivo, Tom de Kort. “Ficámos com muito medo. Quando um corredor fica no chão, nunca é bom. Fem gritava de dor”, explicou ao site Sporza.

PUB
Orbea Genius Dealers

“Os serviços de emergência inicialmente pensaram que era uma fratura, mas não parece ser… Os médicos verificaram tudo e deram-lhe analgésicos. Ela consegue mover o joelho e o pé. Amanhã faremos um RX para garantir que tudo está em ordem”, referiu.

 

A meio da corrida, Puck Pieterse rolava já a 25 segundos das perseguidoras, Silvia Persico e Ceylin Alvarado, e consolidou a vantagem facilmente até ao final, terminando com 44 segundos de vantagem sobre Alvarado.

Silvia Persico foi alcançada pela neerlandesa Manon Bakker e cedeu-lhe o terceiro lugar a poucos metros do fim. A canadiana Maghalie Rochette (Specialized/Feedback Sports) completou o top cinco.

“Toda a gente cometeu erros hoje, estou feliz por não ter tido uma queda forte. Há partes no percurso  muito escorregadio, mas felizmente consegui colocar muita potência no chão. Durante a corrida, nas últimas voltas, tive mais aderência, porque sabia onde rodar e… onde não”, declarou Puck Pieterse, que agora encontra-se a 65 pontos de Fem Van Empel na classificação geral da Taça do Mundo.

PUB
Specialized Levo

“Vamos ver como correm as próximas corridas. Fem Van Empeltem uma boa vantagem, pode até perder algumas corridas, mas se eu continuar a ganhar mais será possível”.

Classificação completa:

Também vais querer ler…

Muita neve! Assim está Val di Sole, palco da próxima ronda da Taça do Mundo de ciclocrosse

Foto: #CXWorldCup

Também vais gostar destes!