A UNCP (Sindicato Nacional de Ciclistas Profissionais) deve apresentar um relatório às autoridades francesas para fundamentar uma queixa, depois que um espectador ter atirado um boné para a bicicleta de Mathieu van der Poel durante a Paris-Roubaix este domingo.

PUB
KTM

As imagens foram captadas pela televisão a 42 quilómetros da chegada, quando o campeão mundial já estava na liderança e pedalava para a segunda vitória consecutiva no Inferno do Norte. Um espectador, à esquerda do neerlandês, atirou um boné de ciclismo para as rodas da bicicleta. Felizmente para Van der Poel, o objeto não se enrolou nas rodas ou noutros componentes móveis da bicicleta (pedais ou corrente), o que poderia causar-lhe a queda. MVDP rolava sobre o empedrado a 48 km/h.

A UNCP é o membro francês da CPA (Cyclistes Professionnels Associés) e como a corrida decorreu em França, tem a responsabilidade de notificar as autoridades locais sobre o incidente. «Usamos as federações nacionais para levá-los a tribunal», disse o presidente da CPA, Adam Hansen, à GCN.

“A CPA não pode fazê-lo, porque somos uma organização suíça, mas os nossos membros, portanto, neste caso, a associação francesa, a UNCP, pode levar o indivíduo a tribunal. Após uma investigação completa. Encontraremos essa pessoa, isso é certo”.

PUB
Schwalbe Pro One Tubeless

“Temos uma boa experiência nestes casos. Recorde-se o que aconteceu no Tour de França quando Tony Martin caiu por causa de um espectador [na edição de 2021, quando uma espectadora colocou um cartão à frente do corredor alemão, provocando uma queda coletiva no pelotão que fez vários feridos] e a UNCP fez queixa dessa pessoa, que depois foi acusada judicialmente e levada tribunal, tendo sido condenada ao pagamento de multa”, explica Hansen.

PUB
Cube Stereo ONE


Créditos da imagem: Haute de France Twitter – https://twitter.com/hautsdefrance/status/1777012342229787005/photo/2

Também vais gostar destes!