Três novos rostos estão confirmados na Efapel Cycling para 2023. Entre eles o primeiro estrangeiro. Aleksandr Grigorev troca a Atum General-Tavira-AP Maria Nova Hotel pelo projeto de José Azevedo. Emanuel Duarte e Pedro Pinto são os outros reforços anunciados.

PUB
KTM E-Bikes BTT

A equipa já está de olhos postos em 2023, o segundo ano em que estará na estrada. A Efapel Cycling renovou contrato com seis atletas e foi buscar dois jovens e um ciclista mais experiente. Até à contratação de Grigorev, só portugueses haviam representado esta formação.

O russo, de 30 anos, chegou a Portugal em 2018 pela mão da equipa algarvia do Tavira. Desconhecido, rapidamente tornou-se num elemento importante da estrutura. Ciclista muito regular, importante na ajuda ao líder, mas também com capacidade para assumir mais responsabilidade.

Soma duas vitórias, numa etapa do Grande Prémio Jornal de Notícias (2018) e na Clássica Viana do Castelo (2021). Grigorev poderá ser uma aposta interessante para se juntar a outros ciclistas experientes, como Henrique Casimiro, João Benta e Joaquim Silva, fortalecendo aquele que se tornou o núcleo duro da Efapel Cycling. É também forte no contrarrelógio.

Emanuel Duarte ainda não conseguiu atingir o nível demonstrado na então LA Alumínios-LA Sport, pelo menos como líder. Em 2019 conquistou a camisola da juventude na Volta a Portugal e conquistou a Volta a Portugal do Futuro. Em 2021 mudou-se para a equipa do Tavira, sem o sucesso que certamente desejaria.

PUB
Prototype

Tem 25 anos e ainda margem para progredir. “Acredito no projeto Efapel. Sei que me vai dar as melhores condições ao longo da época. Em 2023 espero procurar a minha primeira vitória como profissional e melhorar os resultados na geral na Volta a Portugal e Algarve”, afirmou aquando do anúncio da sua nova equipa.

Este ano, na Volta a Portugal, destacou-se pelo trabalho em prol de Alejandro Marque, terminando na 12ª posição, comprovando que ainda tem muito mais para dar.

Quanto a Pedro Pinto, segue um dos objetivos da Efapel Cycling: contribuir para a formação de jovens ciclistas portugueses. Tem apenas 21 anos e esteve os últimos quatro na estrutura da Tavfer-Mortágua-Ovos Matinados.

Esta época venceu a juventude no Grande Prémio O Jogo e ao lado dos ciclistas mais experientes da equipa poderá dar um novo passo na sua evolução como ciclista.

PUB
Beeq

As renovações

Como já escrevemos no GoRide.pt, Joaquim Silva (até 2024), Henrique Casimiro (2023) e Gaspar Gonçalves (2023) renovaram os contratos. João Benta (2023), Francisco Guerreiro (2023) e Rafael Silva (2024) seguiram entretanto o exemplo.

A equipa tem assim nove ciclistas confirmados para 2023.

Também vais querer ler…

Uma Vuelta para recordar da UAE Team Emirates [com vídeo]

Fotografia principal: Efapel Cycling

Fotografias Grigorev e Emanuel Duarte: Atum General-Tavira-AP Maria Nova Hotel/Clube Ciclismo Tavira

Fotografia Pedro Pinto: Tavfer-Mortágua-Ovos Matinados

PUB
Specialized Levo

Também vais gostar destes!