A fase de qualificação para os Jogos Olímpicos de Paris 2024 terminou no último domingo, com a 3.ª ronda da Taça do Mundo de cross-country e o veredicto é cruel para Peter Sagan, que não poderá participar na competição que era o seu grande objetivo de fim de carreira!

PUB
Nova Mondraker Dune

Apenas em 35º lugar no ranking das nações, quando era indispensável estar entre os 19 primeiros para ter, pelo menos, uma vaga olímpica, a Eslováquia não poderá ter qualquer ciclista de montanha nas competições dos Jogos de Paris este verão, o que exclui Peter Sagan.

Não podendo candidatar-se ao lugar de universalidade (apenas disponível a nove países: Albânia, Andorra, Islândia, Liechtenstein, Macedónia do Norte, Malta, Montenegro, Mónaco e San Marino), a Eslováquia ainda tem certamente uma hipótese ínfima de ter um ciclista BTT na capital francesa (várias nações teriam de abrir mão da sua vaga).

Todavia, as probabilidades são tão remotas que já podemos contar com a ausência de Peter Sagan nos Jogos Olímpicos de Paris.

Depois de passar por duas operações cardíacas desde o início do ano, o tricampeão mundial de estrada de fundo perdeu muitas provas para conseguir atingir o objetivo de competir na corrida de XCO de Paris-2024, o que seria a segunda participação em Jogos, após o 35º lugar obtido nos jogos do Rio 2016.

Crédito da imagem: Peter Sagan Facebook – https://www.facebook.com/photo.php?fbid=933178411512247&set=pb.100044602891806.-2207520000&type=3&locale=pt_PT

PUB
Nova Mondraker Dune

Também vais gostar destes!