O pelotão da Volta a Portugal irá contar com 105 ciclistas, menos 20% do que o habitual. No entanto, cinco equipas do segundo escalão (ProTeam) vão marcar presença, além de uma seleção nacional, que vão juntar-se às nove formações Continentais do país.

O destaque vai para a Arkéa Samsic, não por ser novidade na Volta a Portugal, mas porque é atualmente a líder do ranking entre as ProTeam. Isto significa que, se mantiver a posição, em 2021 terá acesso direto às grandes voltas e monumentos, por exemplo, sem precisar de convite.

Mas outra francesa chama a atenção. A Nippo Delko One Provence (na foto) tem influência portuguesa. José Azevedo é um dos diretores desportivos e José Gonçalves um dos ciclistas da equipa. Já de Espanha vem a Burgos-BH, que conta com Ricardo Vilela e José Neves. Estará acompanhada da Caja Rural. De mais longe, dos Estados Unidos, vem a Rally Cycling. Estas últimas três estarão presentes este fim de semana no Troféu Joaquim Agostinho.

Quanto à Equipa Portugal, a escolha recairá, segundo a Federação Portuguesa de Ciclismo (FPC), maioritariamente em ciclistas sub-23 das equipas de clube portuguesas e de atletas jovens que estão a competir no estrangeiro. Todos estão a precisar e muito de competição em 2020 e de uma experiência importante como uma presença na Volta a Portugal.

Atum General-Tavira-Maria Nova Hotel, Aviludo-Louletano, Efapel, Feirense, Kelly-InOutBuild-UDO, LA Alumínios-LA Sport, Miranda-Mortágua, Rádio Popular-Boavista e W52-FC Porto são as nove Continentais portuguesas, com a última a partir no dia 27 de Setembro e até 5 de Outubro, a ter o objetivo de manter o domínio que começou em 2013, então como OFM-Quinta da Lixa.

A FPC assumiu a organização da Volta a Portugal – da qual detém os direitos que estavam cedidos à Podium – depois desta empresa ter adiado a 82ª edição para 2021. A prova de 2020 será a Edição Especial Jogos Santa Casa. O organismo explicou ao anunciar as equipas que, a opção por um pelotão reduzido devido à pandemia, levou a recusa de pedidos de participação de mais duas equipas ProTeam e quatro Continentais.

Tal como o pelotão, a corrida também será mais curta. Conhece todas as etapas aqui.