Como já sabes, o nosso Nuno Margaça está em plena participação no seu 10º Titan Desert! Mas a participação está a ser na categoria Adventure, aquela que limite bastante as condições e o apoio ao atleta durante todas as etapas da prova. E isto torna o Titan ainda mais duro!

PUB
Schwalbe Pro One Tubeless

Mas a principal dureza está mesmo nas temperaturas que se fazem sentir por estes dias em Marrocos, isto a juntar ao típico terreno de deserto, onde não faltam dunas, estradões rápidos e outros arenosos, pedra, vento… E estas primeiras etapas com mais de 100 kms vão sempre complicando a “rotina”. Mas esta é uma aventura única!

Mas, voltando um pouco atrás, o que tem de diferente a categoria Adventure face às participações “normais” no Titan Desert 2022?

  • Limitação de espaço: cada Adventure tem à sua disposição apenas uma caixa de metal com 37 x 29 x 53 cm para guardar os seus pertences. É nela que têm de colocar todo o material necessário para os seis dias de prova. É a única coisa que a organização levará de acampamento em acampamento, com exceção dos segmentos maratona, nos quais são os participantes que carregam com eles tudo o que precisam para passar a noite e regressar na etapa do dia seguinte.

  • Espaços proprios nos acampamentos:
    • Área de descanso: os Adventure descansam numa tenda comum, tal como nas etapas maratona: sem separação, colchão, cobertores, toalhas em mobiliário de qualquer tipo.
    • Área de reparações: existe contudo um espaço com material disponível para efetuar trabalhos básicos de reparações mecânicas.
  • Apoio limitado:
    • Não podem contar com:
      • Apoio mecânico (nem humano nem ao nível de peças).
      • Apoio de fisioterapia de tipo algum.
    • Só podem receber ajuda de:
      • Qualquer outro participante durante as etapas (mas não ao nivel de cedências de peças para a bicicleta).
      • Qualquer outro Adventure, aqui sim a qualquer momento e até ao nível da cedência de peças e material.

Regressando agora ao tema do calor em excesso, algumas imagens neste artigo mostram como o ecrã do GPS regista temperatura bastante elevadas, elevadas demais para a prática do BTT, podemos mesmo afirmar. Acima, 43,9 graus pelas 12h30, na 2ª etapa; abaixo, na 1ª etapa, 44 graus às 13h30, mais ou menos.

Aliás, nessa mesma fotografia o GPS marca 5h27m de prova e 115 kms, sendo que a 1ª etapa terminou aos 119 kms… Ora, os vencedores conseguiram manter uma média de 31,48 km/hora. Mas o que acaba por custar mais? Fazer 3h46m com média acima dos 30 kms/hora ou estar mais de cinco horas a pedalar? Só quem lá está poderá responder!

PUB
TrekFest 2024

Nuno Margaça e a sua a Ghost Lector FS SF Universal na 1ª etapa:

Visita o Facebook e o Instagram do GoRide.pt para veres os nossos relatos em vídeo! Para esta nossa partipação no Skoda Titan Desert 2022 temos a agradecer os seguintes apoios:

Mais info:

Também vais querer ler…

Skoda Titan Desert 2022: 2ª etapa, 2º dia com mais de 43 graus!

PUB
Riese & Müller Multitinker

Também vais gostar destes!