O ROX 12.1 EVO é o mais recente ciclocomputador Sigma e foi apresentado precisamente hoje pela marca, que garante que o muito tempo de desenvolvimento deste modelo se reflete em várias melhorias face aos GPSs existentes no seu catálogo até hoje.

PUB
KTM

Assim, em primeiro lugar é referido que este novo ROX 12.1 EVO destina-se a uma utilização com bicicletas de estrada, gravel, BTT, trekking, a que quisermos.

“O ROX 12.1 EVO é a evolução do premiado ROX 12.0 que o mercado já conhece, e é totalmente produzido na Alemanha, o que é para nós uma razão de orgulho”, afirma Daniel Conka, Senior Product Manager da Sigma.

Em destaque está desde logo o colorido ecrã de 3 polegadas. É nesse ecrã que funciona a navegação, cujo processo traz melhorias, segundo refere o fabricante.

Os mapas, possíveis de atualizar via Wi-Fi, têm o estilo que já se conhece de qualquer ciclocomputador Sigma, e agora, sempre que pesquisamos por um percurso são sugeridas três opções diferentes para chegar ao mesmo destino, e todas com diferentes ajustes que podemos fazer em função do terreno.

PUB
Giant TCR 2024

São seis os perfis desportivos possíveis de selecionar/configurar, da mesma forma nessa personalização existem 20 formas diferentes de assumir os conteúdos e as informações no ecrã e no GPS.

Com a ajuda da app Sigma Ride, com instalação gratuita em qualquer smartphone, com o qual podemos emparelhar o GPS por Bluetooth (até para receber notificações enquanto estamos a andar), podemos configurar tudo a gosto, tal como fazer upload dos nossos treinos para plataformas como o Strava, por exemplo. Também há relação com o TrainingPeaks, por exemplo.

PUB
Beeq

Por outro lado, a Sigma garante que este ROX 12.1 EVO pode ser emparelhado (via Bluetooth ou ANT+) com a maioria dos sistemas de e-bikes para mostrar informações como a autonomia, a cadência, a velocidade, o modo de assistência à pedalada, etc. Isto em bicicletas elétricas com ecrã de apoio ou sem ele.

São cinco os botões físicos na estrutura do GPS, que complementam o funcionamento tátil do ecrã, “com facilidade de uso de todos os menus”, garantem. Em breve comprovaremos tudo isto através de um teste completo a este novo modelo.

Com sistema de deteção de quedas (temos 30 segundos para “dizer” ao GPS que está tudo bem antes que o sistema envia uma notificação para o nosso contacto de emergência), este modelo está pensado para nos ajudar a gerir e a estudar os resultados dos nossos treinos, e isto através da já referida app Sigma Ride.

Quanto a preços, o Sigma ROX 12.1 EVO standalone custa 379 euros, enquanto o conjunto faz subir o preço para 479 euros. Mais informações no site da marca, link abaixo.

Mais info:

Lê também:

Ciclocomputadores Sigma: gama ROX recebe otimização das funções de navegação

PUB
TrekFest 2024

Também vais gostar destes!