A Trek lança hoje oficialmente a nova bicicleta de montanha elétrica Fuel EXe, “criando uma categoria completamente nova no mundo do BTT”. É o prórpio fabricante norte-americano quem o afirma neste lançamento que promete efetivamente “mexer” com o segmento das e-BTT.

PUB
Beeq

E a principal razão para isso é efetivamente a presença de um novo motor que se revela mais compacto, mais leve e mais silencioso, e que ajuda a que olhemos para a bicicleta e quase nem reparemos que se trata de uma bicicleta elétrica, de certa forma.

E dizemos isso por experiência própria, já que esta nova Trek Fuel EXe está connosco em teste há já algum tempo. Podes ler aqui as nossas impressões e ver o vídeo que já fizemos com ela. Aliás, o vídeo acima é o vídeo oficial da Trek, este aqui é o que já fizemos com a bicicleta (em breve, no teste completo, teremos ainda outro!).

Antes de detalharmos pormenores de cada versão da bicicleta, que motor é este afinal? A Trek estabeleceu uma parceria com a fabricante de robótica alemã TQ para desenvolver esta Fuel EXe e o principal resultado é o propulsor HPR50.

PUB
TrekFest 2024

Jakob Murray

Novo motor TQ HPR50

Referindo-se a Harmonic Pin Ring Transmission, o HPR50 não recorre a correias ou engrenagens, que são mais propícias ao desgaste, “e opta por um sistema mais refinado, mais pequeno, mais leve e mais silencioso, além de ser mais durável que os motores das bicicletas elétricas tradicionais”, explica a Trek.

Trek Fuel EXe Acoustics. Less is More.

Todo o sistema pesa 3,9 kg no total, sendo que a bateria que o acompanha, igualmente importante, é uma unidade de 360 watt/h “que fornece bastante potência para duas a cinco horas a pedalar”, segundo informações oficiais do fabricante.

PUB
Prototype

A bateria está oculta no tubo diagonal e pode ser retirada para recarga ou para viajar de avião, por exemplo. Para aqueles que desejam pedalar até mais longe e/ou durante mais tempo, há um Range Extender de 160 watts vendido em separado que é instalado na grade de bidon do quadro. Gera até mais 40% de autonomia, diz a Trek.

Ecrã OLED de 2 polegadas

Outro ponto em destaque nesta revolucionária Trek Fuel EXe é o monitor OLED de 2” que está instalado na parte de cima do top tube, junto à caixa de direção, que permite que o utilizador tenha acesso à informação apresentada de forma muito linear.

A ativação e desativação do sistema, assim como a navegação entre os ecrãs de monitorização de atividade, são feitas através de um simples botão. E o ecrã pode também ser controlado com o comando de guiador, que dispõe de dois botões para alternar entre os diversos modos de assistência à pedalada (e para selecionar o modo Walk Assist).

Como não podia deixar de ser, a Trek tem também um app móvel para “gerir” tudo o que se passa na Trek Fuel EXe. Chama-se Trek Central, emparelha por Bluetooth (ou ANT+) e “permite aos ciclistas personalizarem e afinarem o motor, monitorizarem a atividade, mapearem voltas, sugerirem ou monitorizarem a pressão dos pneus e da suspensão, e obterem cálculos de autonomia em tempo real”.

PUB
TrekFest 2024

Seis versões à escolha!

A nova Trek Fuel EXe está disponível em seis versões, com diferentes níveis de equipamento e, logicamente, diferenças também ao nível dos preços (começam nos 6.499 euros), que podes consultar no site oficial da marca.

Mas há pontos em comum e que ajudam a dar uma personalidade muito própria a esta bicicleta. Rodas de 29”, claro, amortecedores traseiros de 140 mm e suspensões dianteiras de 150 mm. Todas as suspensões são RockShox com exceção da versão 9.7, que tem sistemas de amortecimento Fox).

“A geometria está desenhada para oferecer estabilidade em descidas íngremes e rápidas e dar uma posição eficiente para as subidas”, garante a Trek. O quadro é feito com o carbono OCLV da marca, com cablagens internas, compatibilidade para espigões de selim de 34,9 mm e muitos outros detalhes que vale a pena ver com atenção nas imagens e nos vídeos.

Numa bicicleta que está desde já disponível na personalização do Trek Project One, há outros pontos em comum entre versões, podendo haver neles apenas pequenas variações, contudo. Exemplos: o selim Bontrager Arvada (versão Pro em apenas uma delas) e o sistema pedaleiro, que é o E*thirteen E*spec Race de alumínio, prato com 34 dentes, e 165 mm (170 mm apenas na versão 9.7).

Aqui estão as seis Trek Fuel EXe 2023 disponíveis já neste dia de lançamento:

Trek Fuel EXe 9.5 – desde 6.499 euros

  • Suspensão: RockShox 35 Gold RL 150 mm
  • Amortecedor: RockShox Deluxe Select+ RT
  • Rodas: Alex MD35 35 mm
  • Pneus: Bontrager XR5 Team Issue 2.50″
  • Transmissão: Shimano Deore M6100, 12x, cassete 10-51t
  • Espigão: TranzX JD-YSI-22PLQ 170 mm
  • Guiador: Bontrager Rhythm Comp em alumínio, 750 mm
  • Travões: Shimano MT4100

Trek Fuel EXe 9.7 – 7.999 euros

  • Suspensão frontal: Fox Rhythm 36, Float EVOL, 150 mm
  • Amortecedor: Fox Performance Float X
  • Rodas: Bontrager Line Comp 30
  • Pneus: Bontrager XR5 Team Issue 2.50″
  • Transmissão: Shimano SLX M7100, 12x, cassete 10-51t
  • Espigão: TranzX JD-YSP39 170 mm
  • Guiador: Bontrager Line, alumínio, 780 mm
  • Travões: Shimano M6100

Trek Fuel EXe 9.8 GX AXS – 10.999 euros

  • Suspensão: RockShox Lyrik Select+, 150 mm
  • Amortecedor: RockShox Super Deluxe Select+ RT
  • Rodas: Bontrager Line Elite 30
  • Pneus: Bontrager SE5 Team Issue 2.50″
  • Transmissão: Sram GX Eagle AXS, 12x, cassete Sram Eagle XG-1275 10-52t
  • Espigão: Bontrager Line Elite Dropper, 200 mm
  • Guiador: Bontrager RSL, carbono, 820 mm
  • Travões: Sram Code R

Trek Fuel EXe 9.8 XT – 9.499 euros

  • Suspensão: RockShox Lyrik Select+, 150 mm
  • Amortecedor: RockShox Super Deluxe Select+ RT
  • Rodas: Bontrager Line Elite 30
  • Pneus: Bontrager SE5 Team Issue 2.50″
  • Transmissão: Shimano XT M8100, 12x, cassete 10-51t
  • Espigão: Bontrager Line Elite Dropper, 200 mm
  • Guiador: Bontrager RSL, carbono, 820
  • Travões: Shimano XT M8120

Trek Fuel EXe 9.9 XTR – 12.999 euros

  • Suspensão: RockShox Lyrik Ultimate com AirWiz, 150 mm
  • Amortecedor: RockShox Super Deluxe Ultimate com AirWiz
  • Rodas: Bontrager Line Pro 30
  • Pneus: Bontrager SE5 Team Issue 2.50″
  • Transmissão: Shimano XTR M9100, 12x, cassete 10-51t
  • Espigão: Bontrager Line Elite Dropper, 200 mm travel
  • Guiador: Bontrager RSL, carbono, 820 mm
  • Travões Shimano XTR M9120

Trek Fuel EXe 9.9 XX1 AXS – 14.999 euros

  • Suspensão: RockShox Lyrik Ultimate com AirWiz, 150 mm
  • Amortecedor: RockShox Super Deluxe Ultimate com AirWiz
  • Rodas: Bontrager Line Pro 30, carbono
  • Pneus: Bontrager SE5 Team Issue 2.50″
  • Transmissão: Sram Eagle AXS, 12x, cassete Sram Eagle XG-1299 10-52t
  • Espigão: RockShox Reverb AXS, 170 mm
  • Guiador: Bontrager RSL, carbono, 820 mm
  • Travões: Sram Code RSC

Esta última, a Trek Fuel EXe 9.9 com o sistema de transmissão XX1 AXS, é a versão que temos em teste neste momento. Podes ler (e ver) no seguinte link as nossas primeiras impressões:

Hands-on GoRide.pt: Trek Fuel EXe 9.9 XX1 AXS 2023 [com vídeo]

Mais info:

Também vais gostar destes!