“A BH Lynx Race conseguiu lugares cimeiros das classificações da Taça do Mundo de XCO ainda antes de ser lançada”, lembra a marca espanhola. E facilmente explicamos como: David Valero Serrano tem andado com esta nova suspensão total da BH, ainda em fase de protótipo, e com ela alcançou o 5º lugar na 2ª etapa, em Lenzerheide, a apenas 40 segundos do vencedor nino Schurter.

PUB
Nova Trek Supercaliber

E diz também a marca que esta á a “evolução de um dos modelos de maior sucesso da história da BH”. Pensado com 120 mm de curso, apesar de existirem versões com apenas 100 mm na suspensão, este modelo é no fundo uma atualização à gama Lynx Race que traz várias novidades, entre elas um quadro com espaço para duas grades de bidon.

Esta nova geração da BH Lynx Race foi desenvolvida em parceria com a BH Coloma Team, a equipa de Serrano a competir ao mais alto nível no XCO internacional. E o sistema de suspensão traseiro Split Pivot é o elemento que mais tem beneficiado destes “testes” no terreno…

Se a versão anterior foi desenhada em torno de um amortecedor de 100 mm, esta nova versão baseia-se num curso de 120 mm. “Uma geometria e cinemática que mantêm um desempenho eficiente e uma suspensão traseira que funciona em permanência, sem ser afetada pelas forças de travagem. Isto significa mais aderência, travagens mais curtas e, em última análise, mais velocidade”, garante a BH.

O quadro apresenta agora 35% mais rigidez entre o triângulo dianteiro e o basculante, dizem, além de mostrar outras novidades, mas é também mais integrado e “elegante”.

A braçadeira de espigão de selim está integrada no carbono do quadro, a cablagem continua a passar por dentro e o já habitual bloqueio da direção para evitar que o guiador bata no tubo superior não podia faltar.

PUB
Specialized Levo

Há também clearance para acomodar pneus de 2,4” e a possibilidade de instalar dois bidons (um na posição habitual, no tubo diagonal, e outro no tubo do selim) surge com a ajuda de um pequeno adaptador.

O carbono E-CL (Evo Carbon Layup) é a matéria-prima, naturalmente, com o quadro a mostrar um tubo de direção mais baixo para compensar a altura necessária para a entrada dos cabos através da direção.

PUB
Giant TCR 2024

O ângulo de direção é ligeiramente mais “descontraído”, com 67 graus (na versão com 120 mm de curso), e o ângulo do tubo de selim é mais vertical, com 76 graus. As escoras são bastante compactas, com 430 mm.

A nível estético, esta nova BH Lynx Race apresenta também novos acabamentos de pintura que deixam visível numa parte do quadro as fibras de carbono, em diferentes combinações de cores. São cinco cores distintas e ainda a possibilidade de criar um design personalizado utilizando o programa BH Unique.

Mais info:

Lê também:

O bikefitting ‘especial’ da BH Coloma Team para iniciar a Taça Mundo XCO 2023

Também vais gostar destes!