Mikel Landa vai submeter-se a cirurgia à clavícula esquerda, fraturada na queda que o corredor sofreu na 5.ª etapa do Giro de Itália, na última quarta-feira.

PUB
Riese & Müller Multitinker

O espanhol, líder da Bahrain Victorious, foi um dos três corredores envolvidos num acidente a cinco quilómetros da chegada, em Cattolica. Joe Dombrowski (UAE Emirates) e François Bidard (AG2R Citroën) também tiverem de abandonar a corrida devido a lesões.

Landa sofreu fraturas na clavícula esquerda e em várias costelas, tendo sido hospitalizado logo após a etapa e recebido alta esta sexta-feira, aguardando agora a cirurgia. “Mikel [Landa] passou a noite descansado e com a dor controlada”, disse o médico-chefe da equipa Bahrain, Dainele Zaccaria.

“Ele foi submetido a novos exames para excluir pneumotórax e lesões internas, e todos foram negativas. Por isso, pôde voltar para casa, em Vitoria, no País Basco. O plano é que seja operado amanhã de manhã”, explicou Zaccaria.

PUB
Giant TCR 2024

“Após a cirurgia, ele iniciará todo o tratamento necessário para ter uma recuperação rápida e segura”, acrescentou o clínico.

Também vais gostar destes!