A segunda etapa do Mediterranean Epic foi a primeira em linha, após o contrarrelógio inaugural, e foi disputada num percurso de 58 km e 1700 metros de desnível acumulado, o mais duro e intenso de toda a prova. O dia começou com os italianos Fabian Rabensteiner e Chiara Teocchi vestindo a camisola verde de líder.

PUB
Schwalbe Pro One Tubeless

Na competição masculina, o também italiano Daniele Braidot venceu a jornada, com uma pequena vantagem sobre Hans Becking (Buff Scott), segundo classificado, que se impôs, em sprint, no grupo perseguidor, à frente do irmão de Daniele, Luca Braidot, que ocupou o 3º lugar. A liderança mudou de mãos, mas não as equipes. O austríaco Daniel Geismayr (Trek Pirelli), que terminou no grupo perseguidor, passa a liderar a corrida, com vantagem de apenas 14 segundos sobre Buff Scott e apenas 18 segundos sobre Daniele Braidot. Os primeiros 5 corredores são separados por menos de 1 minuto.

Na categoria feminina, assistiu-se a uma demonstração de força e técnica da líder, vencedora do contrarrelógio da primeira etapa, Chiara Teocchi. A italiana assumiu o comando quase desde o início desta segunda etapa e selecionou a corrida, vencendo com 42 de vantagem de Nina Benz, a grande surpresa do dia, e 1.13 minutos sobre Forchini.

Dessa forma, Teocchi reforçou a liderança na geral para 1.43 m sobre Forchini. Estas três corredoras já se posicionaram como os únicas candidatas à vitória final nesta edição do Mediterranean Epic.

PUB
Orbea Genius Dealers

Também vais gostar destes!