Poderá parecer pouca, mas é uma grande evolução no estado clínico de Jay Vine, que recupera de uma grave queda na 4ª etapa da Volta ao País Basco, no início de abril, em que também sofreram lesões, entre outros, Jonas Vingegaard e Remco Evenepoel.

PUB
KTM E-Bikes BTT

O australiano da UAE Emirates teve fraturas vertebrais na região cervical e duas na zona torácica, embora não tenha sido necessário intervenção cirúrgica. No entanto, o corredor teve de usar um colar cervical durante seis semanas, que, enfim, já pôde remover.

Jay Vine atingiu uma nova etapa no seu processo de reabilitação e poderá começar a montar outra vez a sua bicicleta. “Os exames mostram uma cicatrização óssea adequada e é agora possível retirar-lhe o colar cervical”, explica o médico da equipa dos Emirados, Adriano Rotunno, em comunicado à imprensa.

“A coluna vertebral já está estável o suficiente para Vine poder começar a fazer passeios ao ar livre com o objetivo de melhorar a postura na bicicleta, o que é essencial para prevenir a atrofia neuromuscular. Este processo é controlado com muito cuidado e Jay ainda precisa completar várias semanas de reabilitação”, acrescenta ainda Adriano Rotunno.

“Este é apenas o primeiro grande passo que Vine deu em sete semanas”, afirma, cauteloso, o médico da UAE Emirates.


Crédito da imagem: UAE Team Emirates Twitter – https://x.com/TeamEmiratesUAE/status/1775955258188902640/photo/1

PUB
KTM E-Bikes BTT

Também vais gostar destes!