Jay Vine sagrou-se campeão australiano de contrarrelógio esta terça-feira. No final de um percurso no Monte Helen (37,5 quilómetros), o novo corredor da equipa UAE Team Emirates, vencedor de duas etapas da Vuelta 2022, impôs-se por três segundos ao especialista neste exercício individual contra o tempo Luke Durbridge (Jayco AlUla), que ficou perto de conquistar o título pela quinta vez.

PUB
Movefree

O pódio foi completado por Kelland O’Brien (Jayco AlUla), que gastou mais 25 segundos do que Vine, enquando Luke Plapp (INEOS Grenadiers), vencedor da corrida de fundo, teve de se contentar com o quarto lugar.

Embora o conheçamos como um trepador puro, Jay Vine surpreendeu ao vencer todos os especialistas do seu país no contrarrelógio. Todavia, para o promissor ciclista australiano, o seu sucesso é tudo menos uma surpresa.

PUB
Specialized Turbo Levo

“Estou muito feliz com esta vitória. Sempre pensei que poderia melhorar no contrarrelógio, trabalhei bastante para isso e, no final, melhorei”, disse Vine após a competição. “Desde que me tornei profissional, ainda não tinha encontrado a posição para andar tão rápido”, acrescentou o novo campeão, de 27 anos.

Classificação completa: www.procyclingstats.com

Grace Brown ‘vinga-se’ do resultado da prova de fundo

Na prova feminina de contrarrelógio, ganhou Grace Brown (FDJ-SUEZ), revalidando o título. A corredora de 30 anos superiorizou-se a Georgie Howe (Team Jayco AlUla) por 38 segundos e a Brodie Chapman (Trek-Segafredo) por 1:05 minutos, esta última, campeã nacional de fundo.

Brown conquistou o segundo título nacional em disputa depois de ter sido segunda na prova de fundo, impondo-se com uma velocidade média de quase 42 quilómetros/hora, percorrendo os 28,6 quilómetros do circuito em 40 minutos e 58 segundos.

A vitória da vice-campeã mundial de contrarrelógio não foi escrita com antecedência, pois, como reconheceu, o início de temporada nem sempre é propício aos melhores resultados: “Ainda não olhei para os meus números, mas acho que foi uma corrida sólida para esta época do ano. É sempre difícil produzir os meus melhores números em janeiro, mas creio que fiz uma boa corrida para esta fase.”

Grace Brown já está de olho no Tour Down Under, nas estradas do seu país. “Acho que vai ser uma corrida muito boa. Haverá principalmente competidoras australianas, as equipas internacionais que estarão cá serão construídas em torno de corredoras australianas, então veremos os protagonistas de sempre”, concluiu a vencedora.

Classificação completa: www.procyclingstats.com

Nos restantes escalões, Alastair Mackellar (Israel Cycling Academy) fez a dobradinha nos sub-23, juntando o título de contrarrelógio ao de fundo. Isabelle Carnes (ARA Skip Capital) foi a campeã na prova feminina.

Na categoria de juniores, os vencedores foram Oscar Chamberlain (AG2R Citroën U19) e Felicity Wilson-Haffenden (Team Bridgelane), que também fez a dobradinha.

Também vais querer ler…

Austrália já conhece os campeões nacionais de fundo de 2023

Fotografia: Sprint Cycling Agency/Twitter UAE Team Emirates

PUB
Movefree
Goride Team
Toda a GoRide Team alimenta este site como se não houvesse amanhã :) Damos preferência a tudo o que envolver diversão em cima de uma bike!

    Também vais gostar destes!