Para os nossos testes com a Scott Spark RC Team Issue AXS, uma BTT de XC bastante equilibrada (e com transmissão eletrónica Sram GX AXS) cuja review publicaremos muito em breve, a Scott enviou-nos todo um lote de equipamento perfeitamente adequado para qualquer treino, prova ou volta de fim de semana. Falamos não só de jersey, calções, luvas e meias da coleção Scott RC PRO WC Edition, mas também de alguns “extras”.

PUB
TrekFest 2024

E esses itens adicionais são precisamente os outros três elementos de que precisamos para a prática do BTT: sapatos, capacete e óculos. Mais concretamente, os óculos Scott Shield, o capacete Scott Centric Plus e os sapatos Scott MTB RC. Aqui ficam as nossas impressões sobre todos estes produtos, juntamente com imagens detalhadas e um vídeo de resumo acima.

Diferindo bastante da coleção Scott Tuned Concept 2022, uma coleção de equipamento da marca mais dirigido ao trail, enduro e outras vertentes mais gravity do BTT (lê tudo aqui), esta gama de equipamento Scott RC PRO WC Edition existe para servir o mais puro amante de XC: performance, elegância, ajuste perfeito ao corpo.

Aqui fica então a nossa apreciação resumida após vários kms percorridos com todos estes elementos (vestidos, calçados e postos!), sendo que todas as suas especificações e características podem ser conferidas no site oficial da marca e no site do importador da Scott para Portugal, a Stand Jasma:

Jersey (camisola) Scott RC Pro WC Edition

Além de confortável, esta jersey “pró” que a Scott aponta ao BTT/XC é das mais fit que já experimentámos, assentando bem no tronco, nos braços e no cós inferior, com boa fixação sobre os calções graças à banda de silicone no interior. 

PUB
Beeq

É bastante fina, a pensar nos dias mais quentes e também num uso muito linear por baixo de um casaco que nos aqueça mais um pouco quando a temperatura desce.

O look muito elegante e apelativo é bem complementado pela funcionalidade, visto que os três bolsos traseiros estão preparados para acolher o smartphone e qualquer item que precisemos de transportar. Um deles é à prova de água.

Este é o jersey que se inspira nos equipamentos oficiais da equipa do XC profissional Scott-Sram, com composição à base de poliester (87%) e elastano (13%). Como se pode ver, inclui fecho frontal a toda a altura. Um produto de elevada qualidade, com boa ventilação, a justificar os quase 100 euros que custa.

Calções Scott RC Pro WC Edition

Tal como o jersey acima, estes calções são a escolha dos prós da equipa Scott-Sram para treinar e competir. Nesse sentido, é natural que nos sintemos bastante confortáveis dentro deles. A carneira Scott +++ Pro Padding Men parece-nos muito resistente e preparada para nos “ajudar” em voltas longas (a maior que fizemos com ela foi de cinco horas e a performance foi bastante boa).

PUB
Specialized Levo

O ajuste ao corpo é adequado. Desde que seja o tamanho certo, não se nota qualquer pressão das alças nos ombros. Além disso, o corte nas pernas está muito bem feito, com bandas de silicone que impedem os calções de sairem do sítio durante o exercício.

Tendo em conta o patamar de qualidade e em comparação com modelos do mesmo segmento, achamos o preço justo. A composição é à base de poliamida (82%) e elastano (18%). Uma boa surpresa e um design muito sóbrio e elegante, até porque o preto é a cor dominante, tal como acontece com o jersey.

Luvas Scott RC Pro WC Edition (com dedos)

Existem nos tamanhos do XS ao XL, e refira-se que o ajuste às mãos é perfeito. Não são umas luvas de inverno, são mais uma um uso all around e durante todo o ano, de certa forma, num formato com dedos completos. Preço justo.

Performance normal, com um bom feeling e visualmente atrativas, também. Garantem o manuseamento correto dos punhos e do guiador, sem grandes surpresas. Não contam com aquela parte acolchoada na palma da mão que alguns utilizadores gostam de ter nas voltas mais longas, mas na verdade não precisam dela.

Meias Scott Performance No Shortcuts Crew

Mesmo não sendo as mais baratas do segmento, têm um certo grau de compressão, o que é sempre bom, além de uma composição à base de poliamida (96%) e elastano (4%).

PUB
Prototype

Cumprem perfeitamente a sua missão e são um modelo para utilização todo o ano, sendo que podem ser menos adequadas para aqueles dias de inverno mais frios. Esteticamente são muito apelativas: no shortcuts!

Sapatos Scott MTB RC

Os sapatos talvez sejam o item a que mais damos valor entre todo o equipamento de BTT, pelo que é natural que tenhamos preferência pelos modelos mais capazes, leves e que melhor se ajustem ao pé. Há muitos pontos a ter em atenção na hora de escolher…

No caso destes Scott, ficámos satisfeito com a forma como se comportam tanto a pedalar como a caminhar, quando é preciso. Em primeiro lugar, o aperto: são duas rodas que estão encarregues de ajustar o sapato ao pé, da mesma forma que, quando abertas, permitem o calçar muito facilmente.

A respiração do pé parece-nos adequada, ao mesmo tempo que a sola se revela confortável no interior do sapato (com a ajuda da palmilha ErgoLogice) e rígida o suficiente no exterior, especialmente na parte do calcanhar e da biqueira. Em fibra de carbono e com um índice de rigidez dez, refere a Scott.

Capacete Scott Centric Plus

Com sistema MIPS, como não poderia deixar de ser, este Centric Plus mostra uma boa relação qualidade/preço, num design bastante largo, leve e resistente. Destina-se ao BTT, mas pode muito bem ser utilizado noutras “andanças”, inclusive estrada, com uma ventilação que nos parece mais do que suficiente.

As correias laterais são equivalentes ao que normalmente encontramos neste segmento, com ajustes adequados. Na parte de trás, o ajuste principal é feito com uma roda integrada no esqueleto interior, permitindo uma boa adaptação à cabeça e uma fixação considerável.

Óculos de sol Scott Shield

Pesam apenas 33 gramas, refere a marca, e assentam muito no rosto, especialmente que o tivermos um pouco mais largo. Estrutura Fusion com design cilindrico, campo de visão amplo graças a lentes wide (e intermutáveis), conforto, fixação adequada. Estas são características que saltam à vista nestes Scott Shield, cujo preço de 89 euros não “assusta”.

Notámos algum embaciamento das lentes apenas quando a temperatura oscilou repentinamente (juntamente com momentos em que transpiramos mais…), mas nada de significativo.

A juntar a isso, a parte de apoio no nariz garante que os óculos não se desviam do sítio mesmo em trilhos mais atribulados. As hastes sobre as orelhas também ajudam à fixação e não magoam mesmo ao fim de várias horas. Proteção UV a 100%, garante a Scott.

Mais info:


Neste teste:

  • Texto e teste: Jorge D. Lopes e Nuno Margaça
  • Fotos e vídeo: Jorge D. Lopes
  • Riders nas imagens: Tiago Sousa e Nuno Margaça

Também vais querer ler…

Hands-on: Equipamentos de trail Scott Tuned Concept 2022 [com vídeo]

Caso detetes algum erro ou tenhas informação adicional que enriqueça este conteúdo, por favor entra em contacto connosco através deste formulário.

Também vais gostar destes!