Geraint Thomas (Ineos Grenadiers) recuperou os 11 segundos que tinha para Michael Woods no percurso de 16 km ao ser terceiro no contrarrelógio final da Volta à Romandia e conquistou a camisola amarela. Para o britânico foi a primeira vitória desde o seu triunfo no Tour de 2018.

PUB
Cube Stereo Hybrid HPC 160

O vencedor do contrarrelógio foi Remi Cavagna da Deceuncink-QuickStep e Stefan Bissegger da EF-Nippo ficou no segundo lugar. Richie Porte fez a dobradinha no pódio final para a Ineos, ao ultrapassar Marc Soler (Movistar), Ben O’Connor (AG2R Citroën) e o próprio Woods, que caiu para o quinto lugar na geral. Fausto Masnada (Deceuninck-QuickStep), que começou o dia em sexto, garantiu o último lugar no pódio final.

“Estou muito feliz, especialmente depois do contratempo de ontem. Isso foi mais um desafio para hoje”, disse Thomas. “Eu e o Richie [Porte] viemos para ganhar a corrida, e acabamos primeiro e segundo, então não posso queixar-me”, sublinhou o inglês da Ineos.

“Se bem lembro, quando ganhei o Tour de França [em 2018], o último contrarrelógio foi mais ou menos assim. Estou bastante satisfeito”, contou Thomas.

Thomas vence a Volta à Romandia com 28 segundos de vantagem sobre Porte e Masnada em terceiro, a 38 segundos. Depois de Soler, Woods caiu para o quinto lugar aos 43 segundos, com O’Connor em sexto. Ion Izaguirre (Astana-Premier Tech), Lucas Hamilton (BikeExchange), Damiano Caruso (Bahrain Victorious) e Wilco Kelderman (Bora-Hansgrohe) ficaram todos do top-10.

PUB
Trek E-Caliber

NEWSLETTER GORIDE.PT Newsletter GoRide.pt

Goride Team
Toda a GoRide Team alimenta este site como se não houvesse amanhã :) Damos preferência a tudo o que envolver diversão em cima de uma bike!

Também vais gostar destes!