Frederico Figueiredo venceu o Troféu Joaquim Agostinho 2022 ao bater toda a “concorrência” na 3ª e última etapa da prova, hoje, que teve como “palco” final o ponto mais alto da Serra de Montejunto.

PUB
Giant TCR 2024

A tirada de hoje levou os ciclistas ao longo de 174,8 kms entre a Foz do Arelho e o Montejunto. E o ciclista da Glassdrive-Q8-Anicolor conquistou o seu 3º Troféu Joaquim Agostinho consecutivo ao atacar a apenas 6 kms do fim e ao ver esta sua “aposta” dar resultado. Venceu a etapa deixando a 44 segundos Joan Bou (Euskaltel-Euskadi) e a 49 segundos José Dias Gallego (Burgos-BH), que foram 2º e 3º, respetivamente.

Estas diferenças fizeram com que o atleta atirasse para 2º lugar na geral o mesmo Joan Bou, que ficou a 46 segundos do grande vencedor, com Tiago Antunes (Efapel Cycling) a fechar o pódio final da prova, a 56 segundos. Frederico Figueiredo venceu também a classificação de montanha e a dos pontos

“Sabia que tinha de aproveitar o trabalho das equipas que entraram na subida com mais elementos e também teria de aproveitar a parte mais dura da subida, que é onde sou mais forte. Arrisquei de longe e depois controlei o ritmo que teria de colocar até à meta. Tenho de agradecer o trabalho dos meus companheiros, que me permitiram gastar o mínimo possível durante a etapa”, disse Frederico Figueiredo.

Só duas classificações escaparam ao homem da Glassdrive-Q8-Anicolor: a juventude, conquistada por João Medeiros (LA Alumínios-Credibom-MarcosCar), e a das metas volantes, vencida por Márcio Barbosa (ABTF-Feirense). A Caja Rural-Seguros RGA ganhou por equipas.

PUB
Orbea Genius Dealers

Mais info e fotos: www.facebook.com/trofeujoaquimagostinho

Classificações completas: www.fpciclismo.pt


Imagens: Federação Portuguesa de Ciclismo / João Fonseca Photographer

Também vais gostar destes!