Esperava-se que Filippo Ganna aumentasse a sua série de vitórias em contrarrelógio para nove na última etapa do Tirreno-Adriatico esta terça-feira, mas o italiano campeão do mundo da especialidade foi derrotado por Wout Van Aert e Stefan Küng, na prova de apenas 10,1 quilómetros em San Benedetto del Tronto.

PUB
Nova Mondraker Dune

Ganna não perdia um contrarrelógio desde a Volta a San Juan de 2020, em janeiro do ano passado. Nos últimos 14 meses, o corredor da Ineos-Grenadiers ganhou oito dessas provas, incluindo o campeonato nacional Italiano, o Mundial, os três contrarrelógios do Giro de Itália, e já em 2021, no Estrela de Bessèges e no Tour dos Emirados Árabes Unidos.

Foto Luca Bettini/BettiniPhoto©2021

Küng e Van Aert são especialistas, sendo o suíço da Groupama-FDJ o atual campeão europeu de contrarrelógio. No final, Van Aert venceu com 11 segundos de vantagem sobre Ganna e Küng foi segundo, com menos seis segundos do que o italiano.

“Mostrei que sou humano, não um robô, e que posso perder. Os meus números foram bons, mas cada dia é um dia diferente”, disse Filippo Gana no final da etapa.

“Creio que o vento era o mesmo para todos”, disse o italiano. “Eu senti que minhas pernas não estavam ótimas, mas não estavam más. Agora vou esperar pela próxima oportunidade”, acrescentou.

PUB
Nova Mondraker Dune

Também vais gostar destes!