A 2 de abril, a cerca de 140 quilómetros do final da Volta à Flandres, Filip Maciejuk causou uma queda coletiva no pelotãol com consequências graves para alguns corredores. Depois de ter entrado na berma, ao pretender regressar à estrada, o polaco foi bastante imprudente na manobra e provocou uma carambola em que Tim Wellens (UAE Emirates) foi um dos mais afetados, com uma fratura de clavícula.

PUB
KTM

Desclassificado da corrida pelo colégio de comissários e desde então sob investigação da União Ciclística Internacional (UCI), o ciclista da Bahrain Victorious conheceu agora o veredicto desta entidade… E é pesado.

“Filip Maciejuk será suspenso por um período de 30 dias a partir de 25 de julho de 2023”, anunciou a UCI em comunicado de imprensa. A Comissão Disciplinar daquele organismo considerou que o ciclista agiu em violação do artigo 12.4.007 do Regulamento da UCI.

“A UCI está empenhada em continuar seu trabalho para melhorar a segurança dos ciclistas nas provas de estrada e lembra que o comportamento perigoso não tem lugar no ciclismo moderno”. A entidade que superintende a modalidade a nível mundial “reitera que é proibida a utilização dos passeios, caminhos e ciclovias situados fora do percurso e que qualquer incumprimento das regras de segurança ou precaução que resulte em risco imediato para terceiros será alvo de sanções disciplinares”.

Lê também:

Remco Evenepoel: ‘Já atingi os números de Vingegaard e Pogacar, mas…’

Imagens: UCI Twitter

PUB
Specialized Levo

Também vais gostar destes!