O corredor da Deceuninck-QuickStep, Fausto Masnada, define os seus objetivos para 2021, a primeira temporada completa na equipa belga: estrear-se na Volta a Espanha e ajudar o seu companheiro de equipa Remco Evenepoel a vencer um ‘Grand Tour’.

PUB
TrekFest 2024

Masnada transferiu-se, a meio da temporada de 2020, da CCC para a Deceuninck-QuickStep CCC, participando no Tirreno-Adriático e na Volta a Itália, nesta última a destacar-se como principal ‘co-equipier’ de João Almeida nas montanhas e com o nono lugar final.

Masnada lidera o grupo de João Almeida, na etapa de Madonna di Campiglio, no Giro de 2020 (Foto Tim de Waele/Getty Images)

“Ficarei feliz se puder continuar o meu crescimento nas grandes voltas”, afirma Masnada ao site Tuttobiciweb. “Se pudesse melhorar e ajudar o meu poderoso companheiro de equipa Remco Evenepoel a ganhar um Grand Tour, ficaria muito feliz”, reconhece o ciclista italiano de 27 anos. “Se tiver carta branca para vencer uma etapa, certamente tentarei, mas o importante seria que um dos meus companheiros vencesse uma das grandes competições por etapas”, acrescenta.

Masnada pretende fazer o Giro e a estreia na Vuelta em 2021. “Estava a planear começar 2021 em San Juan e na Turquia, mas agora os programas serão reavaliados. Estrear-me no Tour? Se não for este ano, será no próximo”, disse.

“Há muitos campeões na nossa equipa, mas quem a dirige é bastante competente a planear as corridas. E há espaço para todos”, conclui Masnada.

PUB
TrekFest 2024

Também vais gostar destes!