Tadej Pogacar deu (mais) um passo para a conquista da Volta a Itália. No contrarrelógio da sétima etapa, de 40,6 km e os últimos seis em subidas, o esloveno pulverizou a concorrência à classificação geral.

PUB
Nova Trek Supercaliber

O camisola rosa meteu dois minutos em Geraint Thomas (INEOS Grenadiers) e 1.47 minutos em Daniel Martinez (BORA-hansgrohe) com um desempenho extraordinário em que superou o especialista na disciplina Filippo Ganna (INEOS Grenadiers). Pogacar agora tem uma vantagem confortável de 2.36 minutos sobre Martinez na classificação geral.

“Economizei forças na primeira parte, porque o último contrarrelógio assim tão longo que tinha feito foi desastroso para mim, ao ponto de ter começado a detestar a disciplina. Pelo que voltar a sentir-me bem um ano depois deixa-me bastante satisfeito. Guardei energia ao início e depois acelerei gradualmente. Não senti fadiga até à parte final, por isso pude forçar na subida. Tive boas sensações”, declarou o esloveno.

Passado o contrarrelógio com distinção, depara-se a Pogacar e aos rivais uma etapa montanhosa este sábado. O líder da UAE diz que ainda não tinha feito planos à data. “Sinceramente, não sei. Temos de ver como se sente a equipa, como está a situação na geral, o que as outras equipas vão fazer? Vamos sentar-nos à mesa hoje [sexta-feira], provavelmente no jantar, e conversar sobre amanhã [sábado].” A etapa termina em alto, em Prati di Tivo (14 km a 7% de média).


Crédito da imagem: UAE Emirates Twitter – https://twitter.com/TeamEmiratesUAE/status/1788999441422197096/photo/2

Também vais gostar destes!