Iván Ramiro Sosa (Ineos-Grenadiers) confirmou a sua vitória na Volta à Provença na última etapa da prova, ganha pelo alemão Phil Bauhaus (Bahrain-Victorious) no sprint final em pelotão compacto, em Salon de Provence, à frente de Davide Ballerini (Deceuninck-Quickstep) e de Nacer Bouhanni (Arkea-Samsic).

PUB
Selle SMP

Sosa, que ascendeu à liderança na competição na etapa de sábado com chegada em alto, no Mont Ventoux (Chalet Reynard), não teve dificuldades em defender a posição de Julian Alaphilippe (Deceuninck-QuickStep), que era o terceiro posicionado à partida para derradeira jornada, apesar de o francês ter conseguido um bónus de três segundos no primeiro sprint. Com isso, o campeão do mundo ascendeu ao segundo lugar, trocando com Egan Bernal (Ineos-Grenadiers).

Phil Bauhaus (Bahrain-Victorious) vence, ao sprint, a última etapa da Volta à Provença  (Foto William Cannarella CV/BettiniPhoto)

Uma vitória importante para o colombiano Ramiro Sosa, de 23 anos, depois de dois triunfos à geral na Vuelta a Burgos, em 2018 e 2019.

Também vais gostar destes!