Tim Wellens, versátil e experiente corredor da UAE Emirates partilhou um episódio interessante sobre um dos seus novos companheiros de equipa esta temporada.

PUB
Specialized Levo

“Este jovem foi o único que conseguiu acompanhar Tadej Pogacar após 6 horas de treino a uma média de 40 km/h”. O belga referia-se a António Morgado, que o impressionou e a toda a equipa durante o último estágio de pré-temporada em Espanha. “Ele não sabe quão forte é”, acrescenta Wellens.

No entanto, mais palavras elogiosas sobre Morgado vêm do diretor da UAE Emirates, Joxean Matxin, que conta que acompanha o jovem português de um modo tão próximo e que nem mesmo Tadej Pogacar teve o mesmo privilégio nos seus anos de juventude.

“Morgado é tímido e não fala muito. Mas quando sobe para uma bicicleta é uma pessoa diferente e torna-se um matador. Não acho que ele se vá tornar uma estrela, tenho a certeza!”, declara o dirigente espanhol. “Não tenho dúvidas de que vai conquistar vitórias no seu primeiro ano profissional. Já este ano vai ser a grande revelação do pelotão internacional”, afirmou, perentório.

“O Antonio pode subir bem, mas não é um trepador puro de 60 quilos. O Antonio precisa de confiança e de efeto. É por isso que me preocupo com ele e protejo-o. Nunca fiz isso, nem mesmo com Pogacar ou Ayuso. Ele pode telefonar-me a qualquer hora do dia e da noite… mesmo às duas da manhã, embora a minha mulher possa não gostar disso.”, diz Matxin.

“Sonhei toda a minha vida em tornar-me um ciclista de classificação geral e brilhar no Tour. Sou um pouco pesado, peso 70,5 kg. Temos tempo para trabalhar nisso”, conta Morgado numa entrevista ao Sporza. Na sua época de neoprofissional, o jovem de 19 anos já se estreou com a equipa no Tour Down Under e vai testar-se ao longo do ano em várias corridas – e possivelmente também em objetivos, dependendo do seu desempenho.

PUB
Beeq

Imagens UAE Emirates Twitter

Também vais gostar destes!