Descobrimos um vídeo muito interessante no canal de YouTube da Sram (apesar de estar apenas em inglês, vale a pena ver!) e que é composto por oito capítulos, que no total somam um pouco mais 14 minutos. O que mostra? Uma visão muito particular sobre o uso da eletrónica no nosso desporto favorito: o ciclismo.

PUB
Oportunidades Decathlon

“A eletrónica não é a primeira coisa que vem à cabeça quando pensas numa bicicleta, certo?” Esta é a primeira coisa que se lê no parágrafo no vídeo. E a verdade é que concordamos com isso. O ciclismo (ou a bicicleta) sempre foi sinónimo de simplicidade, o que torna difícil para muitos entenderem a tendência para a “eletrificação” que está a surgir no ciclismo.

“As ligações sem fios constituem uma parte cada vez maior das nossas vidas. Não é nenhum segredo que esta tecnologia melhorou as nossas vidas e nos deu mais liberdade, então faz sentido termos esses benefícios nas nossas bicicletas.” Esta é outra das afirmações da Sram.

Se no nosso dia a dia permitimos que a tecnologia entre em quase tudo, é lógico que no ciclismo ela também entre. Mudanças que rompem com certas “normas” do passado sempre foram discutíveis. Tem em mente que a bicicleta que tens nas tuas mãos não é a mesma que foi criada há mais de 100 anos… Menos mal!

Nela, foram convergindo avanços que as mentes pensantes foram desenvolvendo ao longo da história do ciclismo. Em algum momento terá havido alguém que colocou as mãos na cabeça pensando que a essência do ciclismo ia desaparecer.

Parte desse avanço da eletrónica e da componente tecnológica passa por, entre outras coisas, melhorar a nossa forma física ao podermos controlar certos parâmetros. Por exemplo, os potenciómetros chegaram à competição como um acessório que provou ser essencial, mas também no ciclismo amador do dia a dia estão a causar sensação.

PUB
Catlike Whisper Evo

Isto porque, graças ao controlo que nos permitem ter da nossa forma física, podemos assim dosear o esforço, o que contribuirá para melhorar a nossa forma física; ou seja, andar mais de bicicleta e melhor. Isso não é desejável?

A tecnologia no ciclismo também está a permitir conhecermos mais sobre o mundo em nosso redor. No vídeo falam sobre o impacto impressionante da chegada do Strava: saber o que outros ciclistas estão a fazer é algo que incentiva o ciclismo e o treino.

Logicamente, os avanços feitos pela própria Sram no campos das novas tecnologias aplicada ao ciclismo assumem destaque no vídeo, claro. Está lá a popular transmissão sem fios eTap AXS, por exemplo, pois trata-se de uma ilustre representante do que estamos a falar.

Estas ligações e tecnologias estão a simplificar as nossas viagens e voltas de bicicleta, ajudando ciclistas novos e mais experientes a sentirem-se mais confiantes e confortáveis, ​​explorando os seus próprios limites”, assegura a Sram. Fica a reflexão e fica também o convite para veres o vídeo, está logo no início deste artigo.

Também vais querer ler…

Canyon Aeroad CFR: Campagnolo, Shimano ou Sram… qual é o teu grupo?

Fotografias: Archivo GoRide, Garmin, Sram, Sigma

PUB
Lapierre XR

Estás a gostar do GoRide.pt?

Então subscreve a Newsletter GoRide.pt clicando/tocando na imagem abaixo!

NEWSLETTER GORIDE.PT Newsletter GoRide.pt

José Escotto
O nosso responsável pelo GoRide Espanha! Experiência na área do ciclismo (e do desporto em geral) não lhe falta e muito menos entusiasmo quando se trata de divulgar as mais recentes novidades de bicicletas e BTT.

    Também vais gostar destes!

    Mais em Acessórios