Wout Van Aert sofreu múltiplas fraturas em consequência da queda na clássica Atráves da Flandres, esta quarta-feira! O belga da Visma-Lease a Bike fraturou várias constelas e uma clavícula e enfrenta uma paragem nunca inferior a três semanas, estando por isso afastado da Volta a Flandres no domingo (31 de março), da Paris-Roubaix (7 de abril) e da Amstel Gold Race (14 de abril).

PUB
KTM

Poucas horas após o final da corrida, a equipa neerlandesa informava, em comunicado de imprensa, o estado de saúde do seu corredor. “Infelizmente, Wout van Aert sofreu várias fraturas devido a queda Doors Dwars Vlaanderen hoje. Fraturas numa clavícula e em várias costelas foram diagnosticadas no hospital, em que o corredor foi transportado após o acidente e onde se encontra internado. Definitivamente, Van Aert não participará no Tour de Flandres, Paris-Roubaix e Amstel Gold Race. Desejamos a Wout tudo de bom e uma rápida recuperação!”, pode ler-se na nota.

 

Em suma: um grande golpe para Van Aert, que apostou tudo, nesta temporada de clássica, na Volta a Flandres e na Paris-Roubaix, cuja vitórias lhes escapam. Para isso, sacrificou a temporada de ciclocrosse e outras corridas de estrada como a Strade Bianche ou a Milão-Sanremo.

PUB
Prototype

Resta agora saber como o belga recuperará das lesões e se estará pronto a tempo para a Volta a Itália, outro grande objetivo de 2024, que arranca a 4 de maio.

Covid-19 em 2022, um furo na parte final da Paris-Roubaix em 2023 e agora esta grave queda… O mínimo que se pode dizer é que os anos mais recentes da fantástica carreira de Van Aert não têm sido… afortunados.


Créditos da imagem: Visma-Lease a Bika Twitter – https://twitter.com/vismaleaseabike/status/1773063081263849956/photo/1

Também vais gostar destes!