Juan Ayuso venceu a Volta ao País Basco ao classificar-se na segunda posição da sexta e última etapa, ontem, com início e meta em Eibar, ganha por Carlos Rodriguez (INEOS Grenadiers).

PUB
Prototype

O espanhol da UAE Emirates, que concluiu a tirada imediatamente atrás daquele compatriota, depois de ambos terem atacado para se isolarem na subida de Urkaregi, a 16 quilómetros da chegada, sucede, no historial da corrida, ao dinamarquês Jonas Vingegaard (Visma-Lease a Bike), uma das muitas vítimas graves de quedas que marcaram esta edição da prova.

PUB
Specialized Levo

Rodriguez e Ayuso concluíram a etapa mais montanhosa da volta basca com uma vantagem de 41 segundos sobre o dinamarquês Mattias Skjelmose (Lidl-Trek), que defendia a liderança, mas foi incapaz de acompanhar o duo espanhol.

Ayuso, catalão, de 21 anos, arrebatou a camisola amarela por 42 segundos sobre o andaluz Rodríguez, de 23 anos, segundo classificado na geral, e 43 sobre Skjelmose, terceiro.

Nelson Oliveira (Movistar) terminou a corrida no 34.º lugar, a 7.42 minutos do vencedor, depois do 47.º posto na etapa, a 6.16 do vencedor.

A edição 63 da Volta ao País Basco fica marcada por quedas que causaram graves lesões, entre outros corredores, a Jonas Vingegaard, vencedor da Volta a França em 2022 e 2023, ao belga Remco Evenepoel (Soudal Quick-Step), campeão mundial de contrarrelógio, ao australiano Jay Vine (UAE Emirates) e ao espanhol Mikel Landa (Soudal Quick-Step). O esloveno Primoz Roglic (BORA-hansgrohe) foi ao solo em duas etapas consecutivas e também foi forçado a desistir quando liderava a corrida.

Classificações


Créditos da imagem: UAE Emirates Twitter – https://twitter.com/TeamEmiratesUAE/status/1776673377614180437/photo/1

Também vais gostar destes!