Um dia depois de um dia acidentado.cumpriu-se esta sexta-feira a quinta etapa da Volta ao País Basco, na distância de 175 quilómetros entre Vitória-Gasteiz e Amorebieta-Etxano, com vitória de Romain Grégoire.

PUB
Schwalbe Pro One Tubeless

No final de uma tirada bastante movimentada, o jovem francês da Groupama-FDJ impôs-se num grupo de 34 corredores em sprint e somou o sexto sucesso na carreira profissional e o primeiro no WorldTour.

PUB
Orbea Genius Dealers

No entanto, a etapa fica também marcada, outra vez por motivos tristes, por mais uma queda grave. A 94 quilómetros da chegada, Mikel Landa e Gil Gelders (Soudal Quick-Step) e Gonzalo Serrano e Pelayo Sanchez (Movistar) são os corredores envolvidos. Landa é o mais afetado e tem de se evacuado em maca e ambulância para o hospital, onde mais tarde foi-lhe diagnosticada fratura de clavícula. Os outros três ciclistas também foram forçados a abandonar.

A corrida continua e uma dupla consegue finalmente ganhar uma boa vantagem – Sepp Kuss (Visma-Lease a Bike) e Isaac Del Toro (UAE Emirates), a cerca de 90 quilómetros da meta, na primeira dificuldade do dia, a famosa Urkiola. Mas os dois são recapturados alguns quilómetros adiante…

Mas os ataques continuam, todos sem ganhar grande distância e chaga-se então às decisões, com a segunda e última passagem da Muniketagaina (3,4 km a 7,3%). As ofensivas continuam nesta subida, mas a Lidl-Trek do camisola amarela Mattias Skjelmose tenta controlar.

Entre os favoritos, Isaac Del Toro, Santiago Buitrago (Bahrain Victorious) e Maximilian Schachmann (BORA-hansgrohe) são os mais ativos, mas já tem de ser o líder dinamarquês a fazer todas as perseguições. Com sucesso.

PUB
Specialized Levo

Brandon McNulty (UAE Emirates) foi uma delas, mas o norte-americano também é apanhado pelo grupo com cerca de três dezenas de corredores. A derradeira tentativa de escapar foi a de Carlos Rodriguez (INEOS Granadiers), mas também em vão.

Maximilian Schachmann lança-se, então, de longe, mas atrás dele os dois Gorupama-FDJ, Quentin Pacher e Romain Grégoire, agarram-lhe a roda. O sprint é muito disputado entre Schachmann, Grégoire e o venezuelano Orluis Aular (Caja Rural), que vem de trás, e sobre a meta foi francês a superiorizar-se.

Na geral, Skjelmose continua na frente, agora com apenas dois segundos de vantagem sobre Schachmann, enquanto o espanhol Juan Ayuso (UAE Emirates) está em terceiro, a quatro segundos.

O português Nelson Oliveira (Movistar) não conseguiu estar junto do grupo de 34 ciclistas que chegou na frente e foi 50.º na etapa, a 01.06 minutos, e na geral ‘caiu’ do nono posto para o 30.º, a 1.24 minutos do líder.

No sábado, a sexta etapa com 137,8 quilómetros, com início e fim em Eibar, vai ter sete contagens de montanha, três delas de primeira categoria, num dia importante para as contas da geral.

Classificações


Créditos da imagem: Mihai Simion Twitter –  https://twitter.com/faustocoppi60/status/1776264445095776347/photo/1

Também vais gostar destes!