João Almeida (UAE Emirates) venceu o contrarrelógio da oitava e última etapa da Volta à Suíça, terminando na segunda posição da classificação geral, atrás do companheiro de equipa Adam Yates.

PUB
Nova Mondraker Dune

O corredor português para o ‘crono’ com 31 segundos de atraso para o britânico, sendo o mais rápido nos 15,7 quilómetros do exercício contra o relógio entre Aigle e Villars-sur-Ollon, em 33.23 minutos, menos oito segundos do que Yates.

João Almeida terminou a corrida helvética a 22 segundos do companheiro de equipa. No final, o português disse estar feliz com a vitória na etapa, rejeitando a ideia de sentimentos mistos, por não ter sido suficiente para roubar a liderança a Adam Yates.

“Nem por isso, não tenho sentimentos mistos. Estou muito feliz pela vitória hoje na etapa de contrarrelógio, acho que é a minha primeira vitória [em contrarrelógios], além dos Nacionais, por isso é muito bom. Era quase impossível ganhar à camisola ao Adam, ele é muito forte (…). Mas estou superfeliz e feliz por terminar atrás dele”, declarou.

Questionado em relação ao trabalho que fez em prol do companheiro de equipa, João Almeida desvalorizou e disse ser impossível adivinhar se poderia ter sido diferente sem esse desgaste, enaltecendo, antes, “o trabalho de equipa”.

Yates sucede no historial da prova ao dinamarquês Mattias Skjelmose (Lidl-Trek), terceiro hoje no contrarrelógio, a 21 segundos do português, e na classificação final, a 3.02 minutos do vencedor.

Nelson Oliveira (Movistar) concluiu o contrarrelógio na 34.ª posição, a 2.58 de Almeida, terminando a Volta à Suíça no 51.º posto, a 41.37 minutos de Yantes, atrás de Rui Costa, três vezes vencedor da corrida, entre 2012 e 2014, que foi 38.º a 30.54 do britânico, depois de ter sido 61.º no ‘crono’, a 3.57.


Crédito da imagem: UAE Emirates Twitter – https://x.com/TeamEmiratesUAE/status/1802430796029952380/photo/4

Também vais gostar destes!