Michaela Drummond venceu pela segunda vez nesta edição da Volta a Portugal e outra vez superiorizando-se em sprint, esta sexta-feira, na chegada da terceira etapa, em Pombal, após ligação de 121,9 km desde Anadia. A neozelandeza bateu sobre a meta a francesa India Grangier (Team Coop-Repsol) e a compatriota Marie-Morgane le Deunff (Arkéa-B&B Hotels), que fecharam o pódio.

PUB
Beeq

«Ontem [quinta-feira, 2.ª etapa] foi um dia realmente mau para a nossa equipa, com três furos. Hoje tivemos de colocar em prática um novo plano, atacando a corrida desde o início, obrigando as outras equipas a trabalhar. Com isso esta etapa veio para as nossas mãos. Só tive de fechar o trabalho das nossas meninas, em mais um dia muito quente. Com o esforço, na última subida, parecia que estavam 60 graus», declarou Drummond no final da etapa.

Francesca Hall (DAS) aproveitou o atraso, devido a furo, da líder da classificação geral, a canadiana Mara Roldan (Cynisca Cycling), e tirou-lhe a camisola amarela. A britânica é seguida pela norte-americana Ashley Frye (Cynisca Cycling), a oito segundos, e pela portuguesa Daniela Campos (Eneicat-CMTeam), a 11 segundos, 2.ª e 3.ª, respetivamente.

A quarta etapa, este sábado, liga o Museu Joaquim Agostinho, em Torres Vedras, e a Póvoa de Santa Iria, na distância de 92,5 quilómetros.

Classificações


Crédito da imagem: Federação Portuguesa de Ciclismo

PUB
Prototype

Também vais gostar destes!