A 85.ª Volta a Portugal, entre 24 de julho e 4 de agosto, vai terminar com um contrarrelógio de 26,6 quilómetros e inclui os concelhos do Crato e Penedono, que, pela primeira vez, acolhem o início de etapas.

PUB
Nova Trek Supercaliber

“O contrarrelógio final em Viseu terá uma quilometragem ligeiramente superior aos últimos anos, com 26,6 quilómetros para fazer o acerto de contas final nesta edição da prova”, que determinarão o sucessor do suíço Colin Stussi, vencedor da edição de 2024, revelou Joaquim Gomes.

Após o prólogo urbano em Águeda (5,6 km), a primeira etapa, entre Anadia e Miranda do Corvo, culminará no alto do Observatório de Vila Nova, onde a meta coincide com um prémio de montanha de 1.ª categoria (9,9 km a inclinação média de 8,3%) e será antecedida por contagem de 2.ª categoria (Senhor da Serra), 14,7 km antes da escalada final.

“Os principais protagonistas, os grandes candidatos presentes, à partida, desta volta a Portugal terão oportunidade de firmar imediatamente na primeira etapa em linha a sua candidatura à vitória na prova”, sublinhou.

A segunda etapa prevê-se oportunidade para sprinters. Com partida de Santarém e meta em Lisboa (Marvila), e a 3.ª é a etapa da Serra da Estrela, do Crato ao alto da Torre, com ascensão final por Covilhã. No dia seguinte (4.ª etapa) faz o trajeto entre Sabugal e Guarda.

Após o dia de descanso, a quinta etapa, entre Penedono e Bragança, poderá ser a segunda oportunidade para velocistas e a sexta, de Bragança a Boticas, tem uma surpresa em Torneiros (4,7 km a 8,8%), a 17 km da chegada.

A ligação entre Felgueiras e Paredes é adequada a que uma fuga possa vingar, e a subsequente, entre Viana do Castelo e Fafe, a mais extensa (182,4 km). A penúltima etapa é a da Senhora da Graça, integrando a Serra do Marão, Velão e Barreiro. O grande final será o maior contrarrelógio da Volta a Portugal desde 2016 (26,6 km), com início e final em Viseu.

PUB
Orbea Genius Dealers

Etapas

Prólogo: Águeda – Águeda, 5,6 km (CRI)

  1. Etapa: Sangalhos – Observatório de Vila Nova, 158,2 km
  2. Etapa: Santarém – Lisboa, 164,5 km
  3. Etapa: Crato – Torre, 161,2 km
  4. Etapa: Sabugal – Guarda, 164,5 k
  5. Etapa: Penedono – Bragança, 176,8 km
  6. Etapa: Bragança – Boticas, 169,1 km
  7. Etapa: Felgueiras – Paredes, 160,4 km
  8. Etapa: Viana do Castelo – Fafe, 182,4 km
  9. Etapa: Maia – Senhora da Graça, 170,8 km
  10. Etapa: Viseu – Viseu, 26,6 km (CRI)

Créditos da imagem: Volta a Portugal Facebook

Também vais gostar destes!