O pelotão da 107ª Volta a Itália iniciou a décima etapa “a todo o gás”, mas, desta vez, a fuga destacou-se com ‘permissão’ de Tadej Pogacar… No fim, Valentin Paret-Peintre (Decathlon-AG2R) venceu no alto da Bocca della Selva.

PUB
Giant TCR 2024

Após um merecido dia de descanso, a 107ª Volta a Itália voltou à estrada, e o pelotão demonstrou vontade de vencer. Os 142 kms de etapa que terminava no alto Bocca della Selva anteviam-se atacados. A pergunta era por quem: a fuga? Ou o maglia rosa?

A etapa começa muito atacada, co vários grupos de dois, três e quatro ciclistas a quererem distinguir-se do restante aglomerado. No entanto, e com tanto interesses à mistura, estava difícil a fuga sair.

Simon Clarke (Israel Premier Tech), Quentin Hermans (Alpecin-Deceuninck) e Alessandro De Marchi (Jayco AlUla) foram dos primeiros a tentar fazer a diferença. Mas, só passados muitos kms (a contar 63 para o fim da etapa), a fuga se deu. Mas quando se deu, lançou vinte e sete homens para a frente.

PUB
Prototype

Eram eles: Tobias Foss (Ineos Grenadiers), Nicola Conci (Alpecin-Deceuninck), Simone Velasco (Astana Qazaqstan), Maximilian Schachmann (Bora-Hansgrohe), Simon Geschke (Cofidis) Aurélien e Valentin Paret-Peintre (Decathlon-AG2R), Esteban Chaves (EF Education-EasyPost), Enzo Paleni (Groupama-FDJ), Simon Clarke e Marco Frigo (Israel-Premier Tech), Andrea Bagioli e Juan Pedro Lopez (Lidl-Trek), Will Barta (Movistar), Julian Alaphiliipe e Mauri Vansevenant (Soudal Quick Step), Romain Bardet, Chris Hamilton e Kevin Vermaerke (DSM-Firmenich PostNL), Alessandro De Marchi e Filippo Zana (Jayco-AlUla), Mattia Bais (Polti-Kometa), Jan Tratnik (Visma-Lease a Bike), Domenico Pozzovivo, Luca Covili e Filippo Fiorelli (VF Group-Bardiani) e Damiano Caruso (Bahrain Victorious).

Tadej Pogacar e a UAE Emirates tiram as medidas às presenças ilustres na frente da corrida. E, sem grande perigo, a Emirates deixou a vantagem crescer e absteve-se das obrigações da perseguição…

No grupo de frente os ataques começam a fazer-se sentir na tentativa de averiguar as verdadeiras ambições (e condição física) dos presentes. Tratnik foi o primeiro a lançar um ataque sério e forte, e conseguiu ganhar cerca de 1m30s na estrada.

Para azar do ciclista da Visma Lease-a-bike, encontravam-se dois franceses muito bem de pernas no dia de hoje: eram eles Valentim Paret-Peintre e Romain Bardet.

A dupla francesa lança-se na perseguição consegue efetivamente retirar tempo a Tratnik, mas não fechar o espaço. Já com os “olhos postos em cima” da frente da corrida, Valentin ataca Romain Bardet e rapidamente chega ao ciclista da Visma, atacando após voltar a inspirar, e só parou quando cruzou a meta! Vitória fantástica do jovem ciclista da Decatlhon AG2R La Mondiale.

Bardet ultrapassa ainda Tratnik, sendo segundo na etapa, com Tratnik a fechar o pódio. Na classificação geral não existiram alterações no dia de hoje, com maglia rosa a continuar na posse de Tadej Pogacar.

Top-10 após a décima etapa

Mais info:


Créditos imagens: Website Giro de Itália

Também vais gostar destes!