Tadej Pogacar já veste de amarela, mas para já neste Tour não deverá contar com um passeio como no Giro! Ao testar as pernas e a dos principais adversários na terrível Côte de San Luca, a 10 quilómetros do final da 2ª etapa, o esloveno fez a diferença para todos, exceto um.

PUB
Giant TCR 2024

O duplo vencedor da Volta a França em 2022 e 2023, Jonas Vingegaard, agarrou a roda do esloveno, e deu uma grande primeira resposta, não pretendendo facilitar a tarefa do rival.

Pogacar analisou a etapa: “Foi um dia muito bom”, disse o líder da UAE Emirates. “Hoje (domingo), quando a fuga começou, sabíamos que esta teria boas hipóteses de chegar até à meta. Preferimos ir com calma”.

“No circuito final senti-me muito bem e o ritmo já estava muito alto na primeira vez na subida de San Luca por causa do trabalho da equipa Visma. Então, na segunda passagem decidimos tentar atacar para testar-me um pouco. Jonas Vingegaard agarrou-se rapidamente à minha roda. Não me surpreendeu a resposta, esteve o seu melhor nível. E até ajudou um pouco na descida, mas não conseguimos aumentar a distância para os demais. Então, Remco [Evenepoel] e Richard [Carapaz] conseguiram recuperar a alcançar-nos no final”, contou o esloveno.


Crédito da imagem: LeTour Twitter – https://x.com/LeTour/status/1807446676971393233/photo/1

Também vais gostar destes!