A sexta etapa da Volta a França 2024 viu vencer Dylan Groenewegen (Jayco-AIUIa) na chegada a Dijon, contudo, o sprint foi “tenso” e o photo-finish foi chamado ao trabalho. Na geral as contas mantém-se inalteradas.

PUB
Giant TCR 2024

Os quase 165 kms entre Mâcon e Dijon não se adivinhavam particularmente difíceis mas, e um fator muito importante na etapa de hoje, foi o papel do vento e o pelotão viu-se cortado várias vezes…

Tadej Pogacar (UAE Emirates) chegou mesmo a ficar isolado devido a uma movimentação da Visma Lease-a-Bike, que aproveitou o vento e a o estreitamento da estrada para gerar o pânico no pelotão. Mas, antes disto tivemos ainda a fuga do dia constituía por dois ciclistas: Jonas Abrahamsen (Uno-X Mobility) e Axel Zingle (Cofidis).

PUB
Beeq

PUB
Prototype

Jonas foi buscar o único ponto do dia para reafirmar a liderança da montanha, mas, a iniciativa desta dupla guerreira não durou muito tempo, e a 135 kms do fim já estavam reagrupados no pelotão.

Nos 50 kms finais era evidente o nervosismo e a preocupação da colocação no pelotão. Enquanto as equipas da geral tentavam manter os seus líderes protegidos e fora de perigo, as equipas dos sprinters também queriam a colocação perfeita. Esta situação deu origem a algumas quedas e avarias…

A chegada ao sprint foi caótica e difícil de prever! Os comboio funcionaram bem, mas, foi Dylan Groenewegen (Jayco-AIUIa) o ciclista com mais watts no esforço final, garantindo a vitória em Dijon.

Jasper Philipsen (Alpecin-Deceuninck) foi segundo, seguido por Biniam Girmay (Intermarché-Wanty) no terceiro lugar da etapa. Na geral as contas mantém-se inalteradas, e Tadej Pogacar segue líder por mais um dia.

Mais info:


Crédito imagem: Volta a França

Também vais gostar destes!