A Volta à Colômbia continuou com a 4.ª etapa, de 181 quilômetros, entre Paipa e Zipaquira, a terra de Egan Bernal. Mas não foi o colombiano da INEOS Grenadiers, vencedor do Tour de 2019, quem ganhou, mas sim… Mark Cavendish!

PUB
BH GravelX

O britânico coroou um excelente trabalho de equipa, em especial do reforço da equipa cazaque, o lançador Michael Morkov, e conquistou a primeira vitória em 9 meses (a última foi na 21.ª etapa do Giro 2023), num longo sprint em pelotão compacto, batendo Fernando Gaviria, da Movistar. O terceiro lugar na etapa foi para colombiano Nelson Soto, da Petrolike.

Na classificação geral, Rodrigo Contreras (Nu Colombia) mantém a camisola amarela antes da etapa rainha, este sábado.

No final da jornada de sexta-feira, Cavendish elogiou o trabalho do seu companheiro de equipa, Morkov, que desempenhou um papel crucial no lançamento do sprint final. “Estivemos a trabalhar muito na etapa, tanto a Astana como a Movistar. Foi preciso muito esforço para chegar à liderança. Estou muito feliz com esta vitória”, disse o britânico, que conquistou a sua 163ª vitória como profissional.

PUB
Cube Stereo ONE

Cavendish recordou a rivalidade antiga o colombiano Fernando Gaviria. “Lembro-me do Gaviria quando era apenas um miúdo, venceu-me na Argentina há 10 anos. Vi-o crescer. Temos uma relação muito boa. É emocionante estar aqui a competir num sprint com ele”.

Fernando Gaviria falou sobre o seu segundo lugar atrás de Mark Cavendish num sprint apertado e, para alguns, controverso. “Estávamos lado a lado, Mark e eu, e ele foi mais rápido. Não há nada a fazer”, reconheceu o colombiano.

PUB
KTM

“Cavendish é um excelente ciclista e uma pessoa ainda melhor. Há oito anos até fui jantar a casa dele”, recordou o velocista da Movistar.


Créditos da imagem: Twitter Noticiclismo Volta a Colômbia – https://noticiclismo.com/2024/02/09/mark-cavendish-derrota-a-gaviria-y-se-lleva-la-cuarta-etapa-del-tour-colombia-2024/

Também vais gostar destes!