Remco Evenepoel está prestes a estrear-se no Tour. Aos 24 anos e depois de cinco temporadas e meia de profissionalismo, chegou a vez do jovem prodígio belga descobrir a grande Volta francesa, a maior corrida do mundo.

PUB
Nova Trek Supercaliber

Líder da Soudal Quick-Step, formada para o apoiar de modo incondicional, Evenepoel falou em conferência de imprensa, em que abordou todos os temas sobre a sua grande ‘première’ na Grande Boucle.

“Acho que a partir de amanhã (quinta-feira) já começarei a sentir algo… especial. Mal posso esperar até amanhã à noite, a apresentação da equipa. Será um momento mágico na minha carreira. Vou tentar ficar o mais tranquilo possível todos os dias, para fazer as entrevistas sem stress, sem nenhuma energia negativa. Temos de passar os dias com bom sentido humor, é muito importante poder usar toda a minha energia na bicicleta”, confidencia o vencedor da Volta a Espanha 2022.

PUB
Specialized Levo

PUB
Specialized Levo

Após o Critério do Dauphiné, em que se não conseguiu lutar pelos primeiros lugares da geral “como esperava”, Remco Evenepoel assegura ter trabalhado bem durante as semanas que se seguiram para estar na sua melhor forma no Tour.

“No Dauphiné fiquei super feliz com a vitória na etapa do contrarrelógio. Provei que a forma básica estava lá, mas que a forma da montanha ainda não: todos os detalhes para ser um bom trepador estavam, mais ainda não chegara ao que é indispensável. Essas foram os pontos em que trabalhei duro no estágio em altitude e em casa também. A minha confiança não desaparece, fiz o trabalho que tinha que fazer em relação ao Dauphiné”, explicou Evenepoel.

“Honestamente, acho que vou ser mais conservador do que nas clássicas, por exemplo. Temos de ser inteligentes, de saber que o Tour não dura apenas uma semana, são três longas semanas. Tenho de me salvaguardar o máximo possível. Como é meu primeiro Tour, tenho de ficar um pouco mais recatado, tenho de olhar ao meu redor e analisar como está a desenvolver-se a corrida. Acredito nos meus pontos fortes, nas minhas pernas, na minha equipa”, declara aquele que tem o objetivo de “ganhar uma etapa” e “almejar o top-5, se tudo correr bem”.

PUB
Nova Trek Supercaliber

Por fim, o belga falou sobre o grande favorito à vitória na geral: Tadej Pogacar. “”Prevejo que Pogacar seja quase inatingível. O que mostrou no Giro foi impressionante, e sem carregar a fundo. É o homem a bater neste Tour”, conclui Remco Evenepoel que continuará a temporada com a participação nos Jogos Olímpicos de Paris, na corrida de fundo e no contrarrelógio.

Créditos da imagem: LeTour Twitter – https://x.com/LeTour/status/1806010026835976512/photo/1

Também vais gostar destes!