Gostamos de bicicletas de estrada leves e ao mesmo tempo equilibradas. Nesse sentido, esta KTM Revelator Alto Master Team 2021 não nos surpreendeu, pois ao olharmos para ela na primeira vez sabemos logo ao que vamos, passamos a expressão: vamos certamente andar rápido, subir bem e obter performance. É por isso que o preço ronda os 4.500 euros, apesar de não ser a mais cara da gama. Vamos ver como se comporta.

- - - Pub - - -

Polisport T500

Indo diretos ao assunto, podemos confessar desde já que se trata de uma bicicleta que atinge velocidades elevadas com pouco esforço e numa postura muito cooperante. Há estabilidade e um bom comportamento em subida.

É por isso que a KTM Revelator Alto Master Team está presente no palco das grandes competições como bicicleta oficial das equipas Pro Continental Vini Zabù – KTM e B&B Hotels – Vital Concept P/B KTM. Isto além das formações Tirol KTM Cycling Team, da Áustria, e Atum General/Tavira/Maria Nova Hotel, cá do nosso “burgo”.

Desenhada para competir

Com um quadro que pesa apenas 1.050 gramas (num pack completo que se fica pelos 7,6 kgs), todo o conjunto montado reflete aquele que será quase sempre o “parque de diversões” favorito deste bicicleta: a montanha.

Esta leveza é alcançada pela marca num fabrico que não compromete a rigidez, seguindo a tradição KTM: robusta, bem desenhada, bem construída, eficaz. E carbono premium, claro. Assim, seja a subir, seja a descer, a KTM Revelator Alto Master Team foi desenhada para a performance.

Mesmo em pavimentos mais acidentados, não haja receio. Com “dropped seat stays”, consegue-se um maior conforto. À frente, a forqueta de carbono, neste caso num azul esverdeado (ou é ao contrário?!) que contrasta com o negro do quadro, foi projetada para absorver os impactos e também para ajudar a balancear entre os “braços” as forças aplicadas na travagem. Exímia, simples, direta.

Quando montamos esta bicicleta pela primeira vez somos imediatamente arrebatados pela sua simplicidade.

A caixa de controlo do sistema Di2 está localizada no guiador, estando acessível ao rider com facilidade e em todos os momentos da volta, da prova ou do treino. A geometria mostra toda a sua força em subida, revelando-se aqui uma bicicleta muito enérgica e dando uma grande sensação de leveza quando o asfalto começa verdadeiramente a inclinar.

Depois, a descer, temos a sensação que a bicicleta vai exatamente para onde queremos, sempre com muito controlo, segurança, velocidade e, acima de tudo, confiança. Pelas sensações que nos transmite, é certo. Para isto em muito contribui o fantástico conjunto de rodas, que consideramos ser um dos componentes mais fortes da KTM Revelator Alto Master Team.

Umas DT Swiss PRC 1650 Spline DB 35 Carbon CL, um conjunto surpreendentemente eficaz a rolar, leve a subir e muito rígido e confiante a descer. Nestes momentos, as rodas têm o valioso auxílio dos pneus Schwalbe Pro One Evo V-Guard TLE 28-622, que também garantem desempenho superior. Realmente, pelo menos no que toca a descer e ao conforto, a medida 28 é um verdadeiro game changer, não se sentindo qualquer penalização a rolar e a descer.

Zona de controlo

O guiador é um componente “in house”, mais propriamente o KTM Team Road. Fabricado em liga, não compromete e faz com que o cockpit se mostre bastante agradável à vista, “acetinado” e com tudo no sítio. Não sendo um componente propriamente ergonómico, comporta-se razoavelmente em subida, transmitindo depois segurança a descer.

Falando da cablagem, a mesma é “parcialmente” interna: os cabos que seguem para a traseira da bicicleta entram no quadro no downtube, imediatamente acima do suporte do bidão. O cabo do travão dianteiro sai do guiador e entra na forqueta. Não sendo esta uma bicicleta assumidamente aero, este sistema afigura-se aceitável, apesar de acharmos que podia ter sido feito um pouco mais no que a este assunto diz respeito.

Já o selim é eventualmente o ponto mais fraco do conjunto, apesar de este ser um ponto por vezes subjetivo. Contudo, achamos este Fizik Antares R5 demasiado comprido, demasiado estreito, demasiado desconfortável. É certamente um ponto a ser alvo de upgrade por parte dos mais ciclistas exigentes.

Eletrónica a ajudar…

A transmissão Shimano Ultegra Di2 R8050 SS de 11 velocidades (com cassete 11-28t e pedaleiro duplo 50-34t) traz-nos a já famosa solidez e também a precisão da Shimano. As trocas de relação são precisas e suaves, sempre com um simples toque de manípulo, cortesia de um sistema eletrónico com pergaminhos no mercado.

O pedaleiro compacto promete relações sóbrias para todas as situações e a amplitude da cassete revela-se suficiente até para as subidas mais inclinadas. Nos muitos kms que tivemos oportunidade de fazer com a KTM Revelator Alto Master Team em empréstimo por parte da marca, até aos 12% as subidas foram sendo encaradas com otimismo; a partir deste ponto já começa mais a depender das pernas de cada um.

Um carreto de 30 dentes podia dar algum jeito, principalmente para aquele dia menos positivo na montanha. Não haja dúvida, assim: para tirar partido total desta bicicleta, é bom estarmos em boa forma. Se não estivermos assim tão “rodados”, ainda assim a “máquina” tem o condão de nos dar uma ajuda graças à leveza e ao equilíbrio em geral.

Para o fim gostamos sempre de deixar um outro ponto muito importante em qualquer bicicleta de estrada, não sendo a KTM Revelator Alto Master Team uma exceção: os travões. Temos aqui uns Shimano Ultegra R8070 2-Piston, com discos também da Shimano, neste caso de 140 mm. Estes componentes traduzem uma travagem eficaz e muito robusta, sem assustar.

A travagem é muito modular, transmitindo segurança e evitando os “brake lock”. Neste campo a Shimano continua a acertar em cheio, pois mesmo num dia de muita chuva os travões mantiveram-se sempre funcionais e eficazes. E ter a segurança acima do resto só pode ser um ponto positivo em qualquer bicicleta, correto?

Destaques:

Travagem

O sistema de travagem Shimano Ultegra R8070 2-Piston conta com a ajuda dos discos Shimano RT800 CL Freeza de 140 mm atrás e à frente.

Bem desenhada

Um dos pormenores da geometria do quadro KTM Revelator Alto Premium Carbon / R-9824.

KTM Revelator Alto Master Team

Transmissão Shimano Ultegra Di2

Controlar o sistema de transmissão eletrónico Shimano Ultegra Di2 é uma delícia. Aqui, um dos manípulos R8070 STI 2×11.

Rodas e pneus

Boa conjugação entre as rodas DT Swiss PRC 1650 Spline DB 35 Carbon CL e os pneus Schwalbe Pro One Evo V-Guard TLE 28-622.

Cockpit simples

O guiador KTM Team Road é a base de um cockpit que cumpre aquilo a que se propõe.

Forqueta que dá nas vistas

O contraste de cor entre a forqueta e o quadro pode não agradar a todos… Nós gostamos.

A nossa avaliação…

Sem querermos cair em repetições, diga-se que esta KTM tem a capacidade para nos colocar a rolar rápido e logo na primeira vez que lhe pegamos, e mesmo que não sejamos muito experientes no controlo de bicicletas de estrada neste patamar de desempenho, qualidade e preços.

Obtemos boas sensações em estradas planas e também a descer, sendo que o extremo da postura positiva e da performance é notada a subir. As subidas são mesmo o playground preferido deste modelo.

Obtemos boas sensações em estradas planas e também a descer…

Há vários pontos possíveis de melhor, é verdade, mas leveza, estabilidade, rigidez e até estética a estes níveis só podiam resultar num “embrulho” final fantástico. É o que acontece com a KTM Revelator Alto Master Team. Vale a pena o investimento, disso não temos dúvidas.

Pontos mais positivos:

  • Todo o conjunto apresentado pela bicicleta é um ponto positivo, dadas as circunstâncias em geral. Qualidade do quadro e nível de componentes ajustadas ao preço pedido.
  • O comportamento em subida, sem dúvida o momento em que esta KTM se revela mais eficaz.
  • O sistema de transmissão eletrónico Shimano Di2.
  • E, inevitavelmente, as rodas DT Swiss escolhidas, leves, rígidas, estáveis, rápidas.

Pontos a melhorar:

  • O selim selecionado para este modelo é desconfortável. Mas é óbvio que podemos trocá-lo por outro.
  • A união do eixo passante da roda na forqueta nem sempre se revela um processo fácil como vemos noutros modelos.

Todas as fotos:

Galeria de pormenores:

Especificações da KTM Revelator Alto Master Team 2021:

  • Quadro: KTM Revelator Alto Premium Carbon / R-9824
  • Espigão: KTM ProLink zero Carbon aero/400
  • Guiador: KTM Team Road
  • Rodas: DT Swiss PRC 1650 Spline DB 35 Carbon CL / 100-12TA 622x20TC TLR (FR) / 142-12TA / 622x20TC TLR (TR)
  • Pneus: Schwalbe Pro One Evo V-Guard TLE 28-622
  • Selim: Fizik Antares R5
  • Avanço: KTM Team Road 8°
  • Manípulos: Shimano Ultegra Di2 R8070 STI 2×11
  • Pedaleiro: Shimano Ultegra R8000 50-34t
  • Cassete: Shimano Ultegra R8000 / 11-28t
  • Desviador trasiero: Shimano Ultegra Di2 R8050 SS
  • Desviador dianteiro: Shimano Ultegra Di2 R8050
  • Travões: Shimano Ultegra R8070 2-Piston
  • Discos: Shimano RT800 CL 140 / 140 Freeza
  • Peso: 7,6 kg
  • Preço: 4.648,99 euros

Site oficial:

Neste teste:

- - - Pub - - -

Shimano Deore 12v

GoRide

Subscreve a Newsletter GoRide e habilita-te a ganhar um capacete Polisport Aero R!



Habilita-te a ganhar um capacete Aero R:

Mais info e regulamento.