Chamada para o primeiro grande embate da temporada para as estrelas do ciclismo feminino, que (quase) todas… atenderam: a 10ª edição da Strade Bianche Donne – que a favorita do dia, Lotte Kopecky, venceu. À patroa!

PUB
Giant TCR 2024

A belga da SD Worx – Protime fez uma corrida exemplar para triunfar pela segunda vez nas ruas de Siena, e foi acompanhada no pódio por Elisa Longo Borghini (Lidl-Trek) e a sua companheira de equipa Demi Vollering.

A prova decidiu-se a 12 km da meta, em Tolfe, último setor de gravilha do percurso. Sob a liderança de Katarzyna Niewiadoma (Canyon//SRAM Racing), destacam-se as principais favoritas, com Lotte Kopecky, Demi Vollering e Elisa Longo Borghini (Lidl-Trek) a seguir a polaca.

Kopecky então contra-ataca, levando com ela apenas Borghini para discutirem a vitória. A italiana faz a maior parte do trabalho e acaba por pagar por ele: na terrível subida final dentro de Siena.

Como seria de esperar, a 500 metros da linha, Lotte Kopecky fez uma grande aceleração e venceu com a camisola de arco-íris. A terceira posição é disputada entre Niewiadoma e Vollering, com a neerlandesa a impor-se. O top-5 é completado por Shirin van Anrooij (Lidl-Trek).


Créditos da imagem: Strade Bianche Twitter – https://twitter.com/StradeBianche/status/1763909999321878813/photo/1

Também vais gostar destes!