Nunca param as apostas da Shimano naquilo que é o melhor equipamento para a prática de BTT, neste caso em concreto com o lançamento de novos sapatos para BTT. Além dessas gamas destinadas ao XC, mais concretamente com as XC5, XC7 e S-PHYRE XC9, o modelo RX8 é especialmente destinado ao gravel, com cores e estéticas um pouco diferentes do habitual…

PUB
Beeq

Aliás, novas cores, looks e até funcionalidades é o que não falta nestas novidades, sendo que em breve surgirão também modelos de sapatos para BTT mais descontraídos (freeride, enduro…) e também para ciclismo de estrada. Mas para já vejamos mais em detalhe os XC5, XC7, XC9, e RX8.

Mas a maior novidade é a nova sola de borracha que a Shimano desenvolveu e patenteou. É feita de um novo composto de nome Ultread XC, sendo que a referida sola, nestes modelos para XC, apresenta um padrão técnico distinto, dizem, bem como a presença opcional de pitons metálicos.

Sapatos para BTT S-Phyre XC9

Com sola feita então deste novo composto Ultread XC, os novos S-Phyre XC9 são os topos de gama entre os sapatos para BTT da marca neste momento. O ajuste baseia-se em duas rodas BOA Li2, sendo que a de cima ajusta uma presilha superior como complemento, com o objetivo de dar mais conforto ao aperto. A parte de cima é em microfibras perfuradas, para uma ventilação mais eficaz, diz a marca.

A zona de contacto com os pedais de encaixe são agora mais sólidas, há apoio para estabilizar o calcanhar, reforço nas biqueiras e as solas são em carbono. O tratamento antibacteriano Shimano Silvadur ajuda a prevenir os odores indesejados. 

Um modelo em branco, preto ou azul, disponível este mês nos tamanhos do 36 ao 48. O peso é de 296 gramas (no tamanho 42).

PUB
TrekFest 2024

Shimano XC7 e XC5

Um pouco mais abaixo na nova gama vem o modelo XC7 (SH-XC702), que herda vários pontos do modelo acima, enquanto o XC5 (SH-XC502) é o modelo de entrada.

O XC7 adota a mesma estrutura, mas a parte de cima é feita de pele sintética e de um misto de mesh com TPU combination. O ajuste está a cargo de um par de rodas BOA L6.

Também com sola em ULTREAD XC e carbono, este modelo é mais flexível. Nas cores vermelho, preto e branco e disponível nos tamanhos 38 a 50. Peso? 320 gramas no tamanho 42.

Já o XC5 apresenta as mesmas características, com sola ULTREAD XC, sendo que há apenas uma roda BOA L6 para ajuste, desta feita com a ajuda de um velcro. A sola conta também com fibra  de vidro na construção. Por não incluir parte de estabilização do calcanhar, o peso fica-se pelos 300 gramas (no tamanho 42).

PUB
Riese & Müller Multitinker

Os XC5 estão disponíveis em Verde Moss, preto e azul, tamanhos 38 a 50, também. O modelo para senhora existe em cinza ou verde-mar (36 a 44).

Shimano RX8 para gravel

Segundo a Shimano, estes novos sapatos destinados ao gravel são os mais leves de sempre neste segmento em particular: apenas 265 gramas (menos 130 gramas que o modelo XC901).

Os RX8 contam também com sistema para dar mais estabilidade ao calcanhar, além de terem biqueira rígida para proteção da zona dos dedos. A sola é em fibra de carbono, com um bloco maior de apoio do pedal e pitons em TPU.

A parte de cima é em pele sintética com orifícios de ventilação e tecnologia Silvadur Stay-Fresh na palmilha. O ajuste acontece através do sistema BOA e de um velcro mais abaixo.

Um modelo disponível nos tamanhos 38 a 50. Existe um modelo específico para senhora, disponível do 36 ao 44. As cores disponíveis, como vemos pelas imagens, são o “bronze queimado” e “deserto”. Disponíveis este mês, também.

Mais info:

Também vais gostar destes!